header top bar

section content

O Sonho acabou? Botafogo da PB perde para xará e dá adeus a sonho

Alvinegro joga mal, mas garante vaga na próxima fase da Copa do Brasil com vitória sobre o Botafogo-PB, no Estádio Nilton Santos. Adversário será o Capivariano Avalie os jogadores do Botafogo contra

Por

16/04/2015 às 08h35

Botafogo da PB perde para xará e dá adeus a sonho (Foto: Globo Esporte/PB)

Era para ser uma noite de festa no Estádio Nilton Santos. O que se viu, no entanto, foi uma quarta-feira de apreensão, falhas, gols e alívio. Em recuperação de uma cirurgia no joelho, Jefferson pintou em campo antes do jogo e ergueu o troféu da Taça Guanabara. A celebração, porém, parou por aí.

Com a bola rolando, o Botafogo jogou mal e ouviu vaias, a ponto de o técnico René Simões afirmar no intervalo que a "faixa de campeão estava pesando". 
Apesar do sofrimento, a equipe carioca fez o dever de casa, venceu o Botafogo-PB por 4 a 2 e avançou à próxima fase da Copa do Brasil. Bill,Tomas, Willian Arão e Sassá marcaram para o Alvinegro, e Gustavo e Aírton descontaram para o Belo.

Como o jogo de ida, há duas semanas, em João Pessoa, terminou empatado em 2 a 2, o Botafogo avançou com a vitória em casa. O Capivariano-SP será adversário na próxima fase. A CBF, no entanto, ainda não divulgou as datas do confronto.

Apenas 4.118 torcedores pagaram ingresso para assistir ao jogo, gerando uma renda de R$ 70.720 – o público total presente no Estádio Nilton Santos foi de 4.747 pessoas.

Sem esforço, o Botafogo saiu na frente. Aos 15, Bill aproveitou rebote do goleiro em cabeçada de Jobson. Aparentemente assustada, a equipe paraibana não esboçou reação e logo sofreu mais um. Tomas aproveitou passe de Arão e ampliou. Nos dois lances, Elvis iniciou as jogadas. O 10, mais uma vez, foi o grande destaque alvinegro. A tranquilidade, entretanto, deu lugar à apreensão na última jogada da etapa. Em bela cobrança de falta, Gustavo acertou o ângulo e descontou para o Belo.

Na volta do intervalo, René trocou Jobson por Pimpão, mas os paraibanos assumiram o controle. 
Renan impediu o gol de empate que levaria a partida para os pênaltis. Quando surgiam as primeiras vaias para o time e gritos de "burro" para o treinador, Willian Arão tabelou com Pimpão e chutou de canhota no cantinho. As emoções, no entanto, não pararam por aí. Aos 34, Aírton fez o segundo do Botafogo-PB e deixou os paraibanos a um gol da classificação. Sassá salvou no fim.

GE

Tags:

Recomendado para você pelo google

SESSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Em Cajazeiras, coordenador de Diversidade Religiosa na PB fala sobre diálogo e busca por respeito

ASSASSSINATO

VÍDEO! Delegado fala sobre o crime de homicídio que vitimou professor de karatê em Sousa

SEM POLÍTICAS PÚBLICAS

VÍDEO – Líder lamenta ‘desprezo’ dos governos e ‘extinção’ da cultura dos ciganos na cidade de Sousa

VÍDEO

SERTÃO: Empresário sugere vaquinha para “salvar” feira de negócios após prefeitura negar apoio