header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Não foi promessa! Sabe por que Love raspou a cabeça

O jogador deu adeus às famosas tranças por um motivo mais real: a calvície

Por

31/03/2015 às 07h00

Para vencer a calvície, Wagner love abandona suas tranças de Sansão (Foto: reprodução)

Foi só raspar a cabeça para fazer o primeiro gol no seu retorno ao Corinthians. A história de Vagner Love ter revivido o mito inverso de Sansão pode até ser mais saborosa. Mas o atacante, que foi às redes na vitória por 1 a 0 contra o Bragantino, deu adeus às famosas tranças por um motivo mais real: a calvície.

Para tentar deter uma queda de cabelo acentuada, o jogador resolveu abandonar o visual que mantinha desde 2004, quando ainda atuava pelo Palmeiras.

"Love ficou 10 anos com trança, o cabelo vai ficando mais fraco e cai. É normal", explica Nilson Moraes, o Iriri, cabeleireiro de Love.  

O profissional foi um dos primeiros a saber que Love iria se desfazer do visual que lhe garantiu, por uma década, agenda cheia no salão em Vista Alegre, na zona norte do Rio. 

"Me disse que ia raspar por causa disso. Que estava notando que o cabelo já não crescia como antes", relembra o cabeleireiro, que faz a cabeça de outros boleiros, incluindo o parceiro de Love no alvinegro, o peruano Paolo Guerrero.

Mensalmente, Iriri fazia a manutenção do cabelo de Love. O processo incluía costurar os fios que nasciam na raiz às tranças do jogador. Eram nessas visitas que, eventualmente, ele mudava as cores das linhas que amarravam os dreads – a última foi preta, em homenagem ao Corinthians. 

Com a mudança para São Paulo e a cabeça no jejum de gols, Love não conseguiu manter a rotina de cuidados. Demorou, mas tomou coragem para abandonar o visual.  "Então eu expliquei como ele deveria fazer para cortá-las. Mas não tinha muito segredo. Ele disse que ia pedir para a mulher passar a máquina zero, mesmo", explica.

Mesmo com o cliente "careca", Iriri conta que vai continuar a atendê-lo: "Somos amigos, temos uma parceria longa. Ele disse que me chamará para dar uma aparada quando o Corinthians viajar ao Rio para jogar pelo Brasileirão".

Uol

Tags:
HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir