header top bar

section content

Sousa confirma volta do lateral Camilo e reforça time para o Paraibano 2015

Além da contratação, o clube ainda dispensou o lateral-esquerdo Fred e o atacante Augusto. Camilo estava no elenco do Dinossauro campeão paraibano em 2009

Por

04/02/2015 às 08h40

Camilo, lateral-esquerdo do Sousa (Foto: Leonardo Silva / Jornal da Paraíba)

Sem vencer há duas rodadas, o Sousa decidiu fazer mudanças no elenco para a sequência do Campeonato Paraibano. Nesta terça-feira, o clube confirmou a volta do lateral-esquerdo Camilo, que esteve no clube em 2013. Além de repatriar o ala, a diretoria também confirmou as dispensas do lateral-esquerdo Fred e do atacante Augusto.

As informações foram confirmadas pelo gerente de futebol do clube sousense, Rafael Abrantes.

– Repatriamos o Camilo, que inclusive já estará à disposição do técnico Pedrinho para estrear contra o Treze. Também fizemos o desligamento dos jogadores Fred e Augusto, que não corresponderam às expectativas do clube neste início de campeonato – comentou o dirigente.

O lateral Camilo retorna ao Sousa pela quarta vez. Depois de ter sido campeão em 2009, o atleta teve passagens pelo clube em  2012 e 2013. No ano passado, o jogador foi dos destaques do Lucena na 2ª divisão do Campeonato Paraibano, quando conquistou o título e foi artilheiro do time com seis gols. Este ano, Camilo estava no Operário de Ponta Grossa-PR.

Depois de empatar em casa com o Atlético, por 1 a 1, o Sousa encara o Treze nesta quarta-feira, no Estádio Presidente Vargas. O time ocupa a terceira colocação com sete pontos ganhos nos quatro jogos que disputou até agora.

GE

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo