header top bar

section content

Times do Sertão não vencem e clubes da Capital assumem liderança; Atlético não empolga. Vídeo!

Os treinadores da equipes sertanejas disseram a reportagem que erros serão concertados para o clássico deste domingo em Sousa

Por

30/01/2015 às 14h03

Os times do Sertão não venceram na 3º rodada do Campeonato Paraibano. Jogando em casa, o Atlético de Cajazeiras desperdiçou na noite dessa quarta-feira (29), no estádio Perpetão a oportunidade de ganhar a primeira na competição, já que vem de duas derrotas. Enquanto que o Auto Esporte vibrou com o 0 a 0, pois conseguiu um ponto fora de casa. 

Em contato com a reportagem do Diário do Sertão, o técnico do Atlético, Tarciano Gadelha disse que sua equipe até criou várias oportunidades de abrir o placar, “mas por causa da falta de pontaria dos atacantes o duelo contra o Auto Esporte não saiu de um empate sem gols”.

Com o resultado, o time cajazeirense segue na lanterna do Campeonato Paraibano.

Já em João Pessoa, o Sousa Esporte Clube amargou sua primeira derrota no estádio Almeidão por 1 a 0, para CSP. O técnico do Sousa, Pedrinho Albuquerque, disse que sua equipe não soube aproveitar as oportunidade que teve durante o jogo. 

“Infelizmente, as oportunidades foram criadas, mas não foram concluídas em gols. Não adianta agora lamentar, temos que trabalhar para fazer melhor”. Disse o treinador sousense.

No domingo (1º), o Sousa enfrenta o Atlético de Cajazeiras no estádio Maraizão no clássico do Sertão. Essa partida terá a transmissão da TV Diário do Sertão a partir das 15:30.

Veja o vídeo da Tv Paraíba.

DIÁRIO ESPORTIVO 

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo