header top bar

section content

Técnico da seleção de futebol de 5 diz que a superação foi a “marca do tetra”

Segundo paraibano Fábio Vasconcelos, as equipes que participaram da competição tinham um nível técnico alto e as partidas foram bastante acirradas na semifinal e final

Por

25/11/2014 às 08h30

Time do Brasil de futebol de 5 vence a Argentina e conquista o tetracampeonato mundial da modalidade

O técnico da seleção brasileira de futebol de cinco, o paraibano Fábio Vasconcelos, ainda está em êxtase com mais um título do Brasil no Campeonato Mundial de Futebol de 5.

Mas do Japão, onde a competição foi realizada, ele conversou com a reportagem e disse a vitória foi da "superação", que ele classificou como sendo a "marca do tetra" da equipe na conquista do tetracampeonato mundial. O time do Brasil venceu a final contra a Argentina por 1 a 0 na manhã desta segunda-feira, com gol na prorrogação. 

– Foi uma conquista da superação. Foi uma competição de alto nível. A semifinal e a final foram muito difíceis para a gente. Mas estamos felizes e com a sensação de dever cumprido. Acho que o título e o ciclo até 2016 deve melhorar muito a prática do nosso esporte no Brasil – contou o técnico.

O paraibano está a frente do comando técnico da seleção desde 2013. Antes, ele passou quase 10 anos atuando pela equipe como goleiro. E participou da conquista da medalha de ouro nas Paralimpíadas de Londres em 2012 como arqueiro do grupo. 

Com o currículo extenso no futebol de cinco, Fábio Vasconcelos disse ainda que se surpreendeu com o nível das outras seleções do Mundial. Segundo ele, o nível técnico aumentou e forçou a realização de jogos muitos acirrados.

– A evolução técnica dos times foi o que mais me surpreendeu. Isso é muito importante para o crescimento do Futebol de 5 no restante do Mundo. Os jogadores estão muito felize – disse Fábio Vasconcelos, informando ainda que a viagem de volta para o Brasil acontece na quarta-feira.
Além do treinador, mais três paraibanos fizeram parte da conquista do Mundial. Damião Robson de Souza, Marcos José Alves e Severino Gabriel da Silva, o Bill, todos da Apace, defenderam a seleção brasileira.

GE

Tags:

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Chico Mendes diz que pode dividir palanque com Cleide e dispara: “Tô pronto para disputar com Paula”

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”