header top bar

section content

Conta de energia fica mais cara em 216 cidades da Paraíba a partir desta terça-feira

Reajuste médio de 15,73% vai impactar 1,4 milhão de unidades e foi aprovado durante reunião da Aneel.

Por Portal Diário com G1PB

28/08/2018 às 10h21

Energisa realizará serviços de manutenção na rede elétrica na PB

A conta de energia vai ficar mais cara em 216 cidades da Paraíba a partir desta terça-feira (28). O reajuste médio de 15,73% foi aprovado durante reunião da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no dia 21 de agosto. O aumento é válido apenas para as localidades atendidas pela concessionária Energisa Paraíba e vai impactar 1,4 milhão de unidades.

Para os consumidores da Energisa Paraíba atendidos em baixa tensão – residenciais e comerciais – o reajuste será de 15,41% . Já para os de alta tensão, que são os industriais, o aumento vai ser de 16,75%. As cidades que ficaram fora do reajuste são atendidas por outra concessionária, no caso a Energisa Borborema.

Segundo a Aneel, ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço.

Segundo a Energisa, o principal motivo para o aumento é o gasto com a geração de energia. Os valores arrecadados são integralmente repassados a outros agentes do setor elétrico, e correspondem a 12,82% do reajuste, ou seja, 81,5% do índice autorizado pela Aneel.

O reajuste dos serviços da Energisa representa 2,63% do índice, um terço da inflação registrada no período.

Fonte: Portal Diário com G1PB - https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2018/08/28/conta-de-energia-fica-mais-cara-em-2016-cidades-da-paraiba-a-partir-desta-quinta.ghtml

Recomendado para você pelo google

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento

SAÚDE BUCAL

VÍDEO: ortodontista sousense revela se é possível rejeição em casos de implantes dentários