header top bar

section content

Ricardo discute projeto de segurança hídrica e saneamento com representantes do Banco Mundial

A reunião, realizada na Granja Santana, em João Pessoa, contou ainda com a presença do governador eleito.

Por Assessoria

22/11/2018 às 16h50

Ricardo discute projeto de segurança hídrica e saneamento com representantes do Banco Mundial

O governador Ricardo Coutinho manteve reunião, nesta quinta-feira (22), com representantes do Banco Mundial para discutir projetos nas áreas de recursos hídricos e de saneamento básico. A reunião, realizada na Granja Santana, em João Pessoa, contou ainda com a presença do governador eleito João Azevêdo e com auxiliares do Governo do Estado.

Na ocasião, Ricardo destacou que o Plano de Segurança Hídrica (PSH) será importante para complementar as ações já adotadas pelo Governo do Estado na área de recursos hídricos, a exemplo da construção da Adutora Transparaíba – ramal do Cariri – já que o ramal do Curimataú vem sendo construído com recursos do Tesouro Estadual. “Essa parceria com o Banco Mundial será muito importante para complementar os significativos avanços que fizemos na segurança hídrica deste Estado”, disse.

O governador eleito João Azevêdo também destacou a importância da parceria com o Banco Mundial para o fortalecimento das políticas sociais que vêm sendo adotadas no Estado. “Vamos fortalecer ainda mais os caminhos de desenvolvimento que temos traçado, já que a população reconheceu esse projeto, prova de que a boa gestão faz a diferença”, afirmou.

Já o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, Deusdete Queiroga, ressaltou que o PSH contemplará ainda a reestruturação institucional da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). “Além disso, esse projeto permitirá o reordenamento do esgoto de João Pessoa, ampliando a capacidade de tratamento da Cagepa na Capital, que sofre com um adensamento”, acrescentou. Outro tema discutido foi o Projeto Cooperar, cujo foco central é o fortalecimento da agricultura familiar.

O diretor para o Brasil do Banco Mundial, Martin Raiser, lembrou que o Projeto de Segurança Hídrica, em fase de elaboração, promoverá ainda mais o acesso da Paraíba às águas da Transposição do Rio São Francisco. “Os recursos hídricos são o principal desafio da região Nordeste, especialmente da Paraíba, um dos estados atingidos pela seca. Para se beneficiar da transposição do Rio São Francisco, são necessários investimentos em infraestrutura”, comentou.

Participaram ainda da reunião o presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Hélio Paredes Cunha Lima; o secretário da Controladoria Geral do Estado, Gilmar Martins; e o especialista em Água e Saneamento do Banco Mundial, Thadeu Abicalil.

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’