header top bar

section content

Político paraibano é acusado de agredir universitário com soco no rosto; Caso vai parar na polícia

A agressão aconteceu no último domingo, 21 de junho, no clube de mães da cidade de Pocinhos, após um evento.

Por

26/06/2015 às 07h30

Acusado e vítima da agressão na Paraíba

Daymon da Costa Vasconcelos, de 21 anos, estudante de engenharia civil, prestou queixa na Unidade de Polícia Civil de Pocinhos, denunciando que recebeu um soco no rosto do suplente de vereador Memel Chaves (PMN).

A agressão aconteceu no último domingo, 21 de junho, no clube de mães da cidade de Pocinhos, após um evento. De acordo com o boletim de ocorrência, após o denunciante tentar abrandar uma confusão entre amigos, foi surpreendido com um soco, causado pelo vereador.

De acordo com o instituto médico legal de Campina Grande (IML), a agressão causou danos na parte inferior e média da face do rapaz, abaixo do lábio inferior.

Memel Chaves é irmão do atual prefeito de Pocinhos, Cláudio Chaves Costa (PMN). Essa não é a primeira vez que o vereador se envolve em escândalos.

Em 2013, o parlamentar foi acusado de ferir comentários homofóbicos e irônicos sobre a ‘opção’ sexual de um internauta. No ano seguinte foi julgado e condenado por difamar uma vereadora e teve que pagar uma multa no valor de R$ 2.896,00 (dois mil oitocentos e noventa e seis reais) e, ainda, responde por porte ilegal de arma.

O político não quis comentar sobre as denúncias e a assessoria não se manifestou sobre o caso.

Por Paolloh Oliver

Tags:

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras