header top bar

section content

Deputado se encontra com ministro e cobra ações efetivas contra seca na Paraíba

O encontro aconteceu nesta segunda-feira (24), em Brasília.

Por

24/11/2014 às 16h01

Deputado federal, Wilson Filho

O deputado federal Wilson Filho (PTB) iniciou a semana cobrando mais investimentos e celeridade na atuação do Governo Federal no combate à seca na Paraíba, durante reunião com o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira. O encontro aconteceu nesta segunda-feira (24), em Brasília. 

Para o deputado, não tem sentido combater a seca só quando ela chega, e sim, fazer trabalhos permanentes, principalmente de acúmulo de água para enfrentar os anos de estiagem que, em datas diferentes, vão sempre ocorrer no Nordeste.

“Basta chover um pouco para que a seca deixa de ser comentada. Ela precisa ser combatida definitivamente. Temos que ter mais investimentos urgentes para a construção de poços e de açudes nas regiões mais secas. Solicitei, de forma emergencial, às medidas paliativas para curto prazo e cobrei obras estruturantes para o estado como construção de barragens e de adutoras”, frisou o deputado.

Segundo o parlamentar, as únicas ações visíveis para amenizar o sofrimento da população são os carros-pipa, que estão sendo deslocados para o interior da Paraíba, mas que não são suficientes para enfrentar o problema. “Nós estamos vendo animais morrendo, poços e rios secando, muitos já totalmente seco, e a economia sendo dizimada. A paisagem sendo mudada e famílias abandonando os lares. Choveu um pouco, mas ainda é insuficiente”.

O parlamentar frisou que em algumas cidades falta também água para consumo. “Muitos precisam andar léguas para conseguir um pouco de água que nem é boa para beber. Não podemos deixar esse assunto para depois porque as pessoas estão passando necessidades”, revelou o deputado, ao retratar a situação dos municípios atingidos pela estiagem prolongada no estado.

Seca na Paraíba

O Governo federal reconheceu situação de emergência em mais 25 municípios da Paraíba, por causa da estiagem. No total, são 195 cidades paraibanas cujos decretos de situação de emergência foram reconhecidos em âmbito federal.

O reconhecimento, decidido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, pertencente ao Ministério de Integração Nacional, foi publicado no Diário Oficial da União de 17 de novembro. A portaria publicada tem como base o decreto do Governo do Estado de 22 de outubro de 2014. O Ministério da Integração Nacional já havia reconhecido, no dia 27 de outubro, situação de emergência em outros 170 municípios paraibanos.

Assessoria

Tags:

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Após fazerem as ‘pazes’, Jeová e Júnior vão dividir cargos na saúde com Estela, diz comentarista

ECOTROTE

VÍDEO/FOTOS: Trote diferente da Faculdade Santa Maria conscientiza novatos a cuidarem do meio ambiente

QUE VENHA MAIS!

VÍDEO! Sousa registrou maior chuva da Paraíba em 2019 e açude São Gonçalo aumenta 61 centímetros

SONHO REALIZADO

VÍDEO/FOTOS: Prefeitura de Cajazeiras realiza sorteio de 300 apartamentos e evento é marcado pela emoção