header top bar

section content

PB: Adolescente de 15 anos morre após parto, família promove quebra quebra e acusa maternidade de erro médico

Até o momento o ICV não se pronunciou sobre o assunto.

Por Luzia de Sousa

03/03/2017 às 10h39

Foot: Mais PB

Familiares de uma adolescente de 15 anos provocaram um tumulto no Instituto Cândida Vargas (ICV), após a morte da jovem, na noite dessa quinta-feira (03). Vidraças da maternidade foram quebradas e uma equipe da Polícia Militar (PM) precisou ser acionada para conter a revolta. Os parentes acusam a equipe médica de negligência.

A adolescente deu entrada na maternidade do ICV na madrugada da segunda-feira (27), mas o parto só foi concluído por volta das 23h do mesmo dia. Com muitas dores, a adolescente foi entubada e encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva na quinta-feira (02), mas não resistiu e morreu. Já a criança nasceu com problemas de saúde. Até o momento o ICV não se pronunciou sobre o assunto.

Em nota, a PM disse que quando os policiais chegaram, encontraram uma vidraça quebrada e precisaram cercar a frente do hospital juntamente com a guarda municipal. A equipe confirma que o motivo do protesto seria a morte da adolescente.

MaisPB

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa