header top bar

section content

Polícia combate roubo de veículo e prende suspeito em flagrante, em Campina Grande

O suspeito preso foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil, no Parque do Povo. As vítimas reconheceram o acusado e receberam de volta o carro e os objetos que tinham sido roubados.

Por Priscila Belmont

04/08/2017 às 11h44

Com ele, a PM recuperou, além do carro, objetos roubados do casal, a moto usada no crime e apreendeu uma réplica de pistola

A Polícia Militar intensificou as ações contra os roubos de veículos na cidade de Campina Grande e recuperou, nessa quinta-feira (3), uma moto no bairro da Catingueira; um carro no bairro Belo Monte; uma moto em Bodocongó; duas motos na Ramadinha; uma moto no bairro da Palmeira; e um carro no bairro Jardim Paulistano.

Nas ações de combate a esse tipo de crime, a PM prendeu em flagrante um popular de 22 anos. Ele tinha acabado de tomar um carro por assalto de um casal, no bairro do Velame, e foi interceptado com o veículo após perseguição que terminou no bairro Jardim Paulistano. Com ele, a PM recuperou, além do carro, objetos roubados do casal, a moto usada no crime e apreendeu uma réplica de pistola, que foi usada para intimidar as vítimas durante a ação. O comparsa dele está sendo procurando.

O suspeito preso foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil, no Parque do Povo. As vítimas reconheceram o acusado e receberam de volta o carro e os objetos que tinham sido roubados.

A Polícia Militar está à procura dos dois suspeitos que tentaram tomar por assalto o carro de um taxista de 51 anos, no começo da manhã desta sexta-feira (4), no bairro do Bodocongó III.

Secom

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”