header top bar

section content

Apresentadora de TV é detida por morte de transexual

A apresentadora é acusada pela morte da transexual G. S., que ocorreu no dia 23 de Junho

Por Luzia de Sousa

18/09/2018 às 07h36

Uma apresentadora de TV que não teve o nome revelado foi presa na manhã da última segunda-feira (17) pela Seção de Homicídios da 13ª Subdivisão Policial, que cumpriu mandato de busca e apreensão e de prisão temporária expedidos pelo Juízo da 3ª Vara criminal de Ponta Grossa, Paraná.

A apresentadora é acusada pela morte da transexual G. S., que ocorreu no dia 23 de Junho. Como a prisão é temporária a delegada responsável pelo caso, Tânia Sviercoski, informou que a identificação da suspeita não será divulgada. Caso que pode mudar caso a prisão se torne preventiva.

Segundo informou a Polícia Civil, testemunhas teriam visto a apresentadora obrigando a transexual a entrar em seu veículo, momentos antes de seu corpo ter sido encontrado nas margens da rodovia que liga os municípios de Castro e Ponta Grossa.

A vítima sofreu dois disparos de arma de fogo, e ao pedir ajuda acabou atropelada por um veículo que passava pela rodovia. A condutora que acabou atropelando a vítima por volta das 22h30 parou para prestar socorro. Ela chegou a ser submetida ao teste do bafômetro que registrou negativo.

Tags:
QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada

EMOÇÃO E REVOLTA

VÍDEO: Após um ano e três meses, Victória Albuquerque é sepultada sob lágrimas e protestos em Cajazeiras

CRISE?

VÍDEO: Empresário afirma que tem vagas de emprego em Cajazeiras, mas faltam profissionais capacitados

DIRETO AO PONTO

Eleitos em Cajazeiras devem se comprometer com aeródromo, estrada de Boqueirão e hospital, diz colunista