header top bar

section content

Paraíba tem 81 homicídios em agosto; em 2018 foram registradas 795 mortes

Dados do Monitor da Violência mostram queda de quase 20% no número de homicídios em relação a julho.

Por Portal Diário com G1PB

22/10/2018 às 09h20 • atualizado em 22/10/2018 às 09h21

Paraíba apresentou redução no número de mortes letais intencionais em agosto de 2018 — Foto: Reprodução/G1

Foram registradas 81 mortes violentas intencionais na Paraíba no mês de agosto deste ano. O número mostra uma queda de quase 20% no número de homicídios registrados em julho no estado, 20 mortes a menos do que 101 contabilizadas no mês anterior. Entre janeiro e agosto, a Paraíba teve 795 mortes violentas intencionais.

O índice nacional de homicídios, que permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. O número consolidado até agora contabiliza todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

O mapa faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. No Brasil, pelo menos 3.444 pessoas foram assassinadas no mês de agosto deste ano.

Em relação à taxa de mortes por grupo de 100 mil habitantes em agosto, a Paraíba também apresentou uma queda tímida em relação ao mês de julho, apresentando uma média de duas mortes a cada 100 mil habitantes.

Fonte: Portal Diário com G1PB - https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2018/10/22/paraiba-tem-81-homicidios-em-agosto-em-2018-foram-registradas-795-mortes.ghtml

Recomendado para você pelo google

DONO DA CONSULTRAN

VÍDEO: Especialista em trânsito elogia Zona Azul de Cajazeiras, mas cobra ensino de trânsito nas escolas

QUER MAIS SEGURANÇA

VÍDEO: Cantor da região de Cajazeiras diz que consumo de drogas nas festas dificulta fechar contrato

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Em Cajazeiras, médica explica o que é ‘prato colorido’ para quem quer perder peso com saúde

BOMBA

VÍDEO: Jornalista cajazeirense mira nos ‘Bocas Loucas’ da política paraibana