header top bar

section content

Radialista é assassinado com cinco tiros dentro de casa na Paraíba

A polícia está em diligências na tentativa de prender os suspeitos, mas por enquanto nenhum deles foi identificado.

Por MAIS PB

24/10/2018 às 15h51 • atualizado em 24/10/2018 às 15h52

Radialista é assassinado com cinco tiros

O radialista Severino Faustino Almeida, conhecido por Silvio Neto, de 43 anos, foi assassinado no início da tarde desta quarta-feira (24) no bairro da Serrinha, em Cubati, Agreste paraibano.

Ele estava em sua residência quando dois homens chegaram ao local e o chamaram para tratar sobre questões relativas a uma rádio. O radialista achou estranho e falou para um dos homens que não o conhecia, foi quando o suspeito sacou uma arma e disparou cinco vezes contra a vítima. Os disparos atingiram a cabeça do radialista, que morreu no local.

Ao Portal MaisPB, o 9º Batalhão de Polícia Militar explicou que o radialista já teria sido ameaçado de morte cinco vezes e sofrido sete tentativas de homicídio. A polícia está em diligências na tentativa de prender os suspeitos, mas por enquanto nenhum deles foi identificado.

Conforme a polícia, em virtude do radialista ter sido alvo de atentados anteriormente, não é possível estabelecer por enquanto uma linha de investigação.

Silvio Neto, foi candidato a vereador nas eleições de 2016 pelo PTB, quando obteve 181 votos e não garantiu assento na Câmara Municipal.

Fonte: MAIS PB - http://www.maispb.com.br/280259/radialista-e-assassinado-com-cinco-tiros-dentro-de-casa-na-paraiba.html

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa