header top bar

section content

Pela terceira vez, PF pede mais 60 dias para concluir inquérito que investiga Temer

Relator do caso já prorrogou investigação por duas vezes. Presidente é alvo de inquérito que apura se houve pagamento de propina em troca de benefícios a empresas na edição do decreto dos portos.

Por G1

29/06/2018 às 07h56 • atualizado em 29/06/2018 às 07h58

Presidente Michel Temer

Polícia Federal pediu na quinta-feira (28) ao Supremo Tribunal Federal (STF) mais 60 dias para concluir o inquérito que investiga se o presidente Michel Temer favoreceu empresas do setor de portos em troca de propina.

Este é o terceiro pedido de prorrogação apresentado pela PF nessa investigação.

Em maio, o ministro Luís Roberto Barroso, relator do inquérito, já havia concedido mais prazo, até início de julho, para o fim das investigações.

Mas, com a proximidade do fim do prazo, a PF argumenta que ainda não conseguiu concluir a apuração e, por isso, pede a nova prorrogação.

O inquérito foi aberto no ano passado a partir de depoimentos de executivos do grupo J&F que fecharam acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal.

A investigação apura se um decreto editado por Temer tinha por objetivo beneficiar empresas específicas que atuam no porto de Santos (SP). O presidente nega que o decreto tivesse essa finalidade.

Fonte: https://g1.globo.com/politica/noticia/policia-federal-pede-mais-60-dias-para-concluir-inquerito-que-investiga-michel-temer.ghtml

CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores