header top bar

section content

VÍDEO: Aliado de Bolsonaro na PB diz que governador não quer diálogo e que PSL terá candidatos em 2020

Julian Lemos desmentiu notícia de que estaria prestes a romper com o presidente da República

Por Jocivan Pinheiro

15/07/2019 às 14h53 • atualizado em 15/07/2019 às 14h58

Em entrevista à TV Diário do Sertão na capital João Pessoa, o deputado federal paraibano Julian Lemos (PSL-PB) desmentiu algumas notícias veiculados por parte da imprensa do estado. A principal delas é de que ele estaria prestes a romper politicamente com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), porque teria problemas com um dos filhos do presidente.

Embora tenha negado o rompimento, Lemos admite que diverge do governo em alguns pontos, como o decreto anterior do porte de arma (já revogado pelo presidente) e a maneira com que o governo se articula com a Câmara Federal e o Senado.

“Eu faço autocrítica constantemente e é assim que a gente amadurece. Eu nunca fui fanático por ninguém, nem vou ser hoje. Mas eu acho que precisa amadurecer bastante esse tipo de diálogo [entre o governo e o Parlamento]. Não é só essa histórica de ‘toma lá, dá cá’. Eu não quero ‘toma lá, dá cá’. Eu quero ser respeitado, e eu digo isso em relação a todos os colegas. Alguns lá estão mal intencionados. Querem apenas executar o que é de seu interesse. Mas a maioria compreende que o Brasil tem que mudar”.

VEJA TAMBÉM: Deputado federal Julian Lemos dá cabeçada em colega e será levado ao Conselho de Ética da Câmara

Deputado federal Julian Lemos (PSL-PB) e o presidente Jair Bolsonaro (PSL)

Sem diálogo com o governador

Outra informação negada pelo deputado foi sobre uma suposta declaração sua afirmando que a presença do governador João Azevêdo (PSB) na reunião da bancada de deputados federais paraibanos para discutir emendas para o estado era desnecessária.

Lemos diz que a imprensa ‘apimentou’ sua fala, pois o que ele teria dito é que cada parlamentar já sabia quanto e para onde destinar recursos. As principais obras escolhidas, segundo ele, foram o segundo eixo do Porto de Cabedelo e a duplicação do restante da BR-230.

Apesar de negar que não queria a presença do governador no encontro, Julian Lemos diz que não está tendo diálogo com João Azevêdo porque nunca foi procurado.

“Relacionamento com o governador eu não tenho porque nunca fui procurado. Já estendi minha mão, mas me parece que o governador não tem interesse em ter um deputado como eu ajudando o governo dele”.

PSL na Paraíba em 2020

Julian Lemos confirmou que o PSL vai lançar candidaturas nas principais cidades paraibanas: “Já estamos trabalhando nisso para termos nomes que sejam alternativas reais, não apenas mais um grupo político para pegar o poder e rachar entre si. Nunca fiz parte e agora não faria parte. O PSL hoje é uma alternativa mais conectada com a sociedade”.

Redação PORTAL DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

ESPORTE E EDUCAÇÃO

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo, em Cajazeiras, encerra o ano letivo 2019 com Olimpíadas Internas

ORÇAMENTO DEMOCRÁTICO

VÍDEO: Conselheiros do OD se confraternizam em Cajazeiras e já iniciam debates sobre as ações para 2020

EDUCAÇÃO E EMPREGO

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe coordenadora e estudantes do Núcleo de Empregabilidade da FSM

MISSÃO CUMPRIDA

VÍDEO/FOTOS: Prefeito encerra aniversário de Santa Helena com mais inaugurações e shows em praça pública