header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

ANA e Integração podem barrar açude de Cajazeiras para recebe água da transposição

“Eles fizeram relatório e vão julgar se o açude de Boqueirão está apto para receber as águas da transposição” Explicou o vereador

Por

28/09/2015 às 18h19

Representantes da ANA e do Ministério da Integração Nacional chegaram a Boqueirão

Após visita do Ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, as obras de transposição no município de São José de Piranhas nessa sexta-feira (26), representantes da Agência Nacional das Águas e do Ministério da Integração Nacional se deslocaram até o açude de Engenheiro Ávidos (Boqueirão), para inspecionar a parede do reservatório.

Veja também:

?Ministro visita transposição em São José de Piranhas e garante que Boqueirão receberá águas do São Francisco?

?Quase seco, açude de Cajazeiras é esquecido; Vereador denuncia que R$ 24 milhões para recuperação ‘sumiu’; População culpa DNOCS?

?Autoridades protestam contra desperdício de águas do Boqueirão; Açude ganhará reforma?

  

De aeronave pertencente ao IBAMA, os técnicos pousaram no local nesta segunda-feira (28) e acompanhados do vereador Alysson Lira (Neguim do Mondrian-PTB) foram ver de perto as condições da parede do açude, que receberá água do Rio São Francisco.

O vereador disse ter sido pego de surpresa e revelou que os técnicos já sabiam das irregularidades na parede do reservatório, reivindicação antiga da classe política, porém, sem solução por parte do DNOCS.

 

Segundo Neguim do Mondrian, os representantes da ANA e Ministério também estavam cientes do problema existente em uma das comportas do manancial. “Eles fizeram relatório e vão julgar se o açude de Boqueirão está apto para receber as águas da transposição”

 ?

De acordo com o vereador, a recuperação da parede do açude é uma das exigências para o desaguamento do ‘Velho Chico’ em Boqueirão. “Eles disseram que as obras estão em processo acelerado e a recuperação da parede tem que ser feita”.

Ouça áudio!

Problema
Ele lembrou que vem cobrando ações do governo desde 2013 para recuperação da parede do açude. “A parede está em total abandono. Aqui você não encontra ninguém do DNOCS. Esses representantes só aparecem quando o açude está cheio”.

O ribeirinho Francisco Torres também responsabilizou o DNOCS pela situação crítica do açude de Boqueirão. “Primeiro liberaram água porque a parede não comportava, depois liberaram água sem limite para São Gonçalo. A sorte é que Cajazeiras bateu o martelo e não deixou mais retirar água daqui”

Promessa
Em 2013, o representante do Dnocs, Dr. Guimarães assegurou que a ANA já havia licitado o projeto de recuperação do açude de Boqueirão e de São Gonçalo, além da modernização do perímetro irrigado, que passaria a contar com um sistema mais econômico de irrigação, entretanto, nada fora realizado.

Veja promessa do DNOCS!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”

A ARTE DO CORPO

VÍDEO: Bailarino que dá aula de dança em Cajazeiras fala da sua trajetória e de projetos para a cidade