header top bar

section content

Após colegas blindarem gestão, vereador vai propor Ação Popular para afastar investigados na Andaime

O vereador da oposição anunciou um grande movimento para reunir assinaturas para propor a Ação de Iniciativa Popular em CZ.

Por

14/08/2015 às 08h44

Mais um pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi rejeitado pela maioria dos vereadores da cidade de Cajazeiras, na sessão dessa quarta-feira (12). Os vereadores que apóiam a prefeita Denise Albuquerque (PSB) estão ‘blindando’ qualquer tipo de investigação a gestão municipal.

O requerimento desta vez foi apresentado pelo vereador Marcos do Riacho do Meio (PT), para apurar envolvimento do secretário de saúde e outras pessoas ligadas a administração municipal de Cajazeiras na Operação Andaime da Polícia Federal.

Segundo o vereador Marcos do Riacho do Meio foram detectadas fraudes nos processos de licitação analisados na operação. O pedido foi rejeitada pela maioria dos vereadores que seguiram a orientação do líder da prefeita, Marcos Barros (PSB).

Votaram contra a CPI os vereadores: Marcos Barros, Neto da Vila Nova, Humberto Pessoa, Valderi Dias, Lindberg Lira, Álisson Voz e Violão, Kleber Lima, Antônio Galego, Eriberto Maciel, Ivanildo Dunga e Adriano da Vila Nova. Apenas os três vereadores de oposição: Marcos do Riacho do Meio, Neguinho do Mondrian e Jucinério Félix votaram a favor da CPI para apurar os fatos.

 Veja mais:
?Vereadores da situação votam a favor de CPI para investigar suposto desvio de verbas

?MPF detalha atuação da quadrilha presa na Operação Andaime; 18,3 milhões foram desviados

? MPF e PF desarticulam quadrilha que fraudou licitações de prefeituras; Cajazeiras está na lista

? Operação Andaime chega a 49 acusados por prática de 223 crimes em CZ e região. Veja!

Errado
Juciério Félix (PROS) definiu como decepção a Câmara de Cajazeiras. “A Câmara está rejeitando seu papel que é de fiscalizar”

O vereador fez duras críticas aos colegas, que segundo ele, estão colocando ‘vendas’ nos olhos para não enxergarem a verdade. “Fico muito triste com tudo isso porque quem perde o povo”.

Insatisfeito com a bancada de situação, que é maioria, o vereador anunciou nesta quinta-feira (13), que vai às ruas recolher assinaturas e propor uma Ação Popular para fiscalizar gestão já que os colegas estão votando ‘contra a população”.

Ouça a participação do vereador Jucinério Félix na Arapuan FM

Outro lado
O líder da prefeita na Câmara, o vereador Marcos Barros (PSB) disse que a oposição tem que ser feita com responsabilidade, pois a Operação Andaime não pode ser transformada em fato político. “Querem um fato político. As pessoas da gestão foram citadas, elas não foram condenadas”.

Ouça a participação do vereador Marcos Barros na Arapuan FM

?

Oposição
O radialista Adjamilton Pereira (PMDB) aprovou a atitude dos vereadores de oposição e declarou que outras licitações podem ter sido fraudadas em Cajazeiras, pois, a Operação Andaime só investiga as obras federais.

De acordo com o radialista, os vereadores tinham que ter aprovado a CPI para isentar o envolvimento da classe política no esquema de fraude.

“Se a gestão municipal não alterou a comissão de licitação da prefeitura de Cajazeiras, a comissão que está sob suspeição, vai continuar fazendo as licitações? E qual a confiança que a população vai ter nesses processos? Não vamos tapar o sol com peneira, é dinheiro público que está sendo desviado”. Indagou Adjamilton Pereira.

Ouça a participação de Adjamilton Pereira na Arapuan FM

Outra rejeição
Na semana passada, dois vereadores da base aliada da prefeita Denise Albuquerque (PSB), votaram a favor da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar supostos desvios de verbas da Superintendência Cajazeirense de Transportes e trânsito (SCTrans), são eles: Eriberto Maciel (PP) e Ivanildo Dunga (PMN).

Além dos situacionistas, os vereadores de oposição Alysson Lira (Neguim do Mondrian-PDT), Marcos do Riacho do Meio (PT) e Jucinério Félix (PROS), votaram a favor da investigação. O presidente da Casa Otacílio Jurema, Nilson Lopes (Nilsinho-PSD) não votou, nem o vereador Kléber Lima (PTB), que não compareceu a sessão. Os demais vereadores votaram contra a CPI e a investigação também foi rejeitada pela maioria

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras