header top bar

section content

Preocupado com seca, Prefeito de Sousa vai a Brasília exigir medidas emergenciais para colapso de água

O gestor sousense pediu ainda a união dos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco e Paraíba, para pressionar a presidente Dilma. Veja!

Por

27/05/2015 às 18h15

O prefeito da cidade de Sousa, André Gadelha (PMDB) está visitando Brasília onde na Agência Nacional das Águas (ANA), busca medidas urgentes no sentido de impedir o colapso no abastecimento da cidade.

André Gadelha informou que vai manter reunião também no Ministério da Integração, pois medidas enérgicas e imediatas devem ser tomadas pelo Governo Federal para amenizar a situação emergencial que passam os municípios de todo Nordeste.

O gestor sousense pediu ainda a união dos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco e Paraíba, para pressionar a presidente Dilma, que deverá apresentar soluções e acelerar as obras de transposições do Rio São Francisco.

Veja mais:

Olha a água! Prefeitura de Sousa trabalha a todo vapor na perfuração de poços na zona urbana e rural; Veja!

Cagepa anuncia racionamento de água em Sousa, Cajazeiras e outras cidades do Sertão

Agência Nacional das Águas proíbe irrigação e pesca em açude do Sertão

“Sugerimos união, pois milhões de nordestinos estão sofrendo com esses quatro anos de estiagem e se nada for feito pelo Governo Federal teremos um colapso de água brevemente”. Alertou o prefeito.

Os quatro estados somam mais de 70 deputados federais e 12 senadores, que podem barrar projetos do Governo e pedir atenção da presidente.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

MUITA HISTÓRIA

VÍDEO: Idosa da cidade de Patos completa 107 anos com lucidez e bom humor; conheça sua história de vida

ROTINA

VÍDEO: Homem é preso na cidade de Cajazeiras após furtar celulares de loja em dois dias seguidos

NÃO QUIS ESPERAR

VÍDEO: Vereador de Itaporanga rompe com deputado estadual e anuncia que será candidato a prefeito

NOVO DECRETO

VÍDEO: Exonerações, cortes e proibições na prefeitura de Cajazeiras é para garantir 13º, diz secretário