header top bar

section content

Prefeito de Uiraúna recorre da decisão de cassação e contesta; “Nepotismo não cabe cassação”

A assessoria do gestor informou que a condenação de Bosco Fernandes foi por nepotismo

Por

07/05/2015 às 11h16

Prefeito Bosco Fernandes, de Uiraúna

O prefeito da cidade de Uiraúna, Bosco Fernandes (PSB), através da assessoria jurídica, vai recorrer ao Tribunal de Justiça da decisão de 1ª instância, que pede o afastamento do prefeito do cargo e a posse ao vice-prefeito, Segundo Santiago (PTB).

A decisão foi do juiz da Comarca local, Philippe Guimaraes Padilha Vilar, da Comarca da cidade, nessa terça-feira (05), alegando improbidade administrativa.

O juiz notificou o presidente  da Câmara, Joaquim Marcelino de Lira Neto (PSB) para dar posse ao vice-prefeito eleito, porém, a assessoria do prefeito informou nesta quarta-feira (06), que Bosco Fernandes ainda não foi notificado.

A assessoria do gestor informou que a condenação de Bosco Fernandes foi por nepotismo, que não cabe cassação de mandato, mas os advogados já estão cuidando do caso para reverter o quadro.

O prefeito foi eleito com 53% dos 11.432 eleitores do município. 

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo traz resumo da 2ª rodada do Paraibano e detalhes da nova contratação do Atlético

COM CHICO CARDOSO

VÍDEO: ‘Briga’ entre Zé Aldemir e Airton, e Tyrone com os Gadelhas são os destaques do Direto ao Ponto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Advogadas tiram dúvidas sobre Previdência Social e criticam atendimento no INSS de Cajazeiras

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Júnior e Jeová começam a ganhar cargos em Cajazeiras e “sinal vermelho foi ligado”, diz colunista