header top bar

section content

Veneziano pede audiência com governador Ricardo Coutinho para evitar colapso de água em Campina

Conforme Veneziano, o pedido será feito até amanhã (sexta-feira) e espera que a audiência aconteça na próxima semana.

Por

06/11/2014 às 17h05

Veneziano pede audiência com Ricardo

O deputado federal eleito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), anunciou nesta quinta-feira, 06, que vai pedir audiência ao Governador Ricardo Coutinho para discutir ações do Governo para evitar que Campina Grande passe por um colapso no seu abastecimento de água.

Conforme Veneziano, o pedido será feito até amanhã (sexta-feira) e espera que a audiência aconteça na próxima semana, diante da urgência do assunto.

“O que a gente lamenta, é que o Governo estadual do PSDB, na época da gestão Cássio Cunha Lima, tinha à disposição da administração, todo o material necessário para que fosse interligado o sistema da Barragem de Acauã com a Adutora do Açude Epitácio Pessoa (O Boqueirão), disse Veneziano.

Veneziano informou que os equipamentos foram comprados na gestão do Governo José Maranhão, logo após o término da barragem de Acauã, mas que ficaram jogados ao relento e nenhuma providência foi tomada pelo Governo do PSDB.

Na opinião do ex-prefeito campinense, Campina Grand não era pra estar passando por isso: “O dever de casa não foi feito, simplesmente porque é natural do PSDB não continuar programas e ações desenvolvidas pelo PMDB e do PT, exemplo do abandono dos canos da Barragem de Acauã e o fechamento dos restaurantes e cozinhas comunitárias campinenses, entre outros equipamentos”, finalizou Veneziano.

Da secom

Tags:
DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador