header top bar

section content

Após eleições: Prefeito invade delegacia, tenta tomar a arma de policial, ameaça atear fogo e acaba preso

Em contato com a reportagem, o prefeito municipal disse que não ameaçou nem desacatou os policiais militares. Confira o vídeo!

Por

06/10/2014 às 08h21

Prefeito Emmanuel, do município do Lastro (Foto: Cariri Cangaço)

O período eleitoral foi encerrado com muita confusão no município do Lastro, sertão da Paraíba. O Prefeito da cidade, Emmanuel Mendes Sarmento (PMDB) acabou sendo preso por volta das 21:30h do último domingo (05), acusado de promover desordens no destacamento da PM e ameaçar os policiais.

De acordo com informações da PM, o prefeito municipal foi até o destacamento policial para reclamar de uma manifestação política de outro partido que estava ocorrendo pelas ruas da cidade. Logo em seguida, gestor tentou agredir os policiais, depois chutou a porta e o birô da delegacia.

Os policiais militares tentaram acalmar a situação, mas o prefeito tentou tomar a arma do soldado Jeorge Stefferson de Sousa Leite, que conseguiu se esquivar. Ainda de acordo com a PM, o gestor estava muito nervoso e ameaçou matar o Soldado Stefferson, disse que iria atear fogo na delegacia e também na viatura.

Os militares solicitaram apoio do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), e da Ronda Ostensiva Tática Motorizada e o Prefeito foi preso em flagrante, sendo conduzido até a delegacia de Polícia Civil de Sousa para prestar depoimento ao delegado.

De acordo com o delegado Sylvio Rabello, o caso está sendo apurado e o gestor municipal responderá pelos crimes de invasão, ameaça, desobediência e desacato. “Não iremos permitir que um representante do povo tenha um comportamento como esse, tentando desmoralizar a Polícia. Irei comunicar o caso ao Ministério Público e a Câmara Municipal do Lastro”, disse o delegado.

Outro lado
Em contato com a reportagem do Diário do Sertão, o advogado Lincon Abrantes, que está realizando a defesa do Prefeito Emmanuel, falou que a confusão começou quando um grupo político da oposição estava realizando passeata para tentar causar tumulto. O gestor seguiu até a delegacia e comunicou o caso para evitar uma briga generalizada, mas os policiais disseram que não poderiam fazer nada.

O prefeito também disse que não ameaçou nem desacatou os policiais militares.

Emmanuel voltou para o local onde estava com os aliados políticos quando acabou sendo preso em flagrante pelos policiais.

Veja vídeo!

?DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”