header top bar

section content

Padre faz revelações sobre campanha com Carlos Antônio e diz por que não assume paróquia em Cajazeiras

Para ele, o problema é falta de humildade nas igrejas. “Como posso falar de pobreza se ando em carrão e com roupas de grife?”

Por

23/08/2014 às 08h12

Padre Francivaldo esteve nesta sexta-feira no programa Balanço Diário

O padre Francivaldo Albuquerque esteve no programa Balanço Diário da TV Diário do Sertão nesta sexta-feira (22) ocasião em que parabenizou Cajazeiras pelos 151 anos de emancipação política e lembrou que esta data também marca seus 23 anos de sacerdócio.

Na oportunidade, o padre disse que está a disposição do bispo Dom José Gonzáles para ser pároco de uma igreja, porém, ressaltou que, o bispo parece não ter interesse nisto. “Já coloquei minha disponibilidade, agora é com ele. Não vou ficar me humilhando todos os dias, pedindo por uma igreja”, disse.

Apesar do fato de estar sem paróquia, o padre Francivaldo disse que nunca pensou em desistir. “Não desisto nunca. Minha missão é anunciar o amor de Deus”, disse.

Política
Apesar de tudo, o padre disse que não se arrependeu de ter entrado para a política em Cajazeiras. Segundo ele, o grande problema não é a política, mas a falta de humildade dentro das igrejas. “Como eu posso falar de pobreza se só ando em carrão cabine dupla e com roupas de grife?” indagou.

O padre disse ainda que, as renúncias de padres na região de Cajazeiras estão acontecendo por falta de diálogo e motivação.

Na entrevista ele também faz revelações sobre as eleições onde foi vice-prefeito na primeira gestão de Carlos Antônio, acompanhe no vídeo abaixo, as declarações.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco