header top bar

section content

Zé Lacerda nega retorno ao ninho “Girassol”, mas diz que teve conversa de “pai para filho” com RC

José Lacerda disse que chegando em casa ligou para o socialista dizendo que era amigo de Ricardo Coutinho.

Por

14/02/2014 às 18h49

Zé Lacerda nega volta ao Governo de RC

O ex-vice-governador da Paraíba, José Lacerda Neto negou nesta sexta-feira (15) que tenha aceitado ficar no Governo do Estado após reunião com o governador Ricardo Coutinho na tarde da quinta-feira (14). Portanto ele não teria ‘desistido da desistência’ de deixar a pasta da Articulação Política, como chegou a ser divulgado.

Durante entrevista ao Correio Debate, das 98, José Lacerda disse que não teria dado ‘marcha ré’ porque após conversar com Ricardo Coutinho e escutar o apelo o chefe do Executivo Estadual para continuar comandando a pasta ele teria pedido um tempo para “refletir”.

Na entrevista a repórter Adriana Bezerra, Lacerda revelou detalhe do primeiro encontro Ricardo Coutinho e disse que foi uma conversa “de pai para filho”.

“Lá eu tive uma conversa com ele de pai par filho, de amigo. Mostrei para ele que não tinha como ficar no governo”, disse Lacerda alegando que pediu o governador relegar o problema envolvendo de a vereadora Raíssa Lacerda, que demonstrou torcida pelo rompimento entre o chefe do Executivo estadual e o senador Cássio Cunha Lima que pode ser candidato ao governo nas eleições de outubro.

José Lacerda disse que chegando em casa ligou para o socialista dizendo que era amigo de Ricardo Coutinho, mas não tinha como ficar na gestão estadual.
 
DIÁRIO DO SERTÃO com MaisPB

Tags:
PROBLEMA GRAVE

VÍDEO: No Xeque-Mate, voluntários debatem sobre maus tratos e abandono de animais em Cajazeiras

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde