header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

O caos no trânsito entre situação e oposição, as mudanças de partido e a visita dos deputados ao Sertão estão na Faisqueira

A coluna também traz um resumo completo do que aconteceu na semana que passou em Cajazeiras e região. Veja!

Por

04/11/2013 às 06h00

Ré pra trás: “agora sou PSB por inteiro”
O pré-candidato a deputado estadual (ex-PT), Jeová Campos, teria se filiado ao PSB, mas de joelhos assegurava, mesmo que saindo do PT, votaria em Dilma Rousseff para presidente da República. Em recente entrevista, na Rádio Alto Piranhas, no Programa Trem das Onze, tomou uma nova decisão: agora a chapa é fechada de cabo a rabo: é em Ricardo e Eduardo Campos. Quem o teria convencido de tal façanha?

Cobrança
Nesta mesma entrevista o agora aliado do governador Ricardo Coutinho declarou que iria pedir ao mesmo a demissão dos responsáveis por mais um ato de desumanidade ocorrido em Cajazeiras, quando mais uma pessoa que foi assassinada, ficou exposta por mais de seis horas aguardando as autoridades para liberar o corpo, já que o governador havia assegurado que se cenas desta natureza voltassem a ocorrer em Cajazeiras, “cabeças iam rolar”.

Cobrança 2
Não se tem conhecimento ainda se Jeová falou com o governador narrando o acontecido e se solicitou as providências para o caso. Um cidadão, atento a tudo o que acontece em Cajazeiras, teria dito que Jeová não teria ainda incorporado o espírito de homem da “situação” e que estaria vivendo ainda com os seus “arroubos” de oposicionista e considerou que esta sua atitude era positiva, porque agora do lado do governo podia até ser atendido.

Fazendo raiva e matando do coração
O governador Ricardo Coutinho todas as vezes que pega um microfone, e ele adora falar, pode esperar que o cancão pia no espinhaço dos seus adversários e esta semana ele se superou ao dizer: “estou na política para trabalhar e não simplesmente para estar com aquele sorriso e enganando quem quer seja e meu pai me disse que é melhor um “não” verdadeiro do que um “sim” mentiroso”.

Fazendo raiva e matando do coração 2
E detonou ainda: “tem políticos na Paraíba que vivem morrendo de ciúme e dor-de-cotovelo porque tiveram muito tempo para fazer e não fizeram e não querem deixar que outro faça e se não fizeram, dê licença porque eu vou fazer”. E em Bernardino Batista, ao assinar a ordem de serviço para uma obra, disse ainda: “eu sou um “caba” que gosto de trabalhar e é por isto que venho incomodando a muita gente”.

Em alta
Um dos nomes mais falados, desde que Jeová Campos aderiu ao projeto político de reeleição do governador Ricardo Coutinho,  é o do Padre Francivaldo do Nascimento Albuquerque, que tem sido lembrado para assumir um cargo comissionado do estado, em Cajazeiras e já teria viajado, com Jeová, para a capital do estado para iniciar um processo de aproximação com os “girassóis”.

Quase baixou hospital
Um dos “guerreiros” da campanha de Denise, quando da eleição que a elegeu prefeita de Cajazeiras, ao se dirigir para AMASP, onde ela iria presidir uma reunião, ao chegar de frente à sede, a primeira pessoa que encontrou foi um dos mais ferrenhos e terríveis adversários dela que de pasta na mão a esperava para despachar. O cidadão estampava um sorriso de um canto ao outro da boca e alardeava que bom é ser governo. O fato é que o velho “guerreiro” se sentiu mal e quase foi levado para o HRC.

Assessoria jurídica em abundância
TCE emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2011 da ex-prefeita de Uiraúna Glória Geane de Oliveira Fernandes, a quem impôs o débito de R$ 192.048,10 por despesas irregulares com assessoria jurídica. A decisão, da qual ainda cabe recurso, deu-se conforme voto do conselheiro substituto Oscar Mamede Santiago Melo, relator do processo. Com tanto dinheiro gasto com advogados, agora vai ter que ter um reforço de caixa maior para contratar mais advogados para se defender.

Aleluia!
Depois de um longo período sem aparecer em sua terra natal, finalmente o senador Cícero Lucena vai dar o ar da graça em São José de Piranhas, com a finalidade de participar de uma sessão itinerante da Assembleia Legislativa da Paraíba, solicitada pelo deputado estadual Antonio Vituriano de Abreu, nesta sexta-feira, dia 01 de novembro. Mas talvez o motivo maior desta “visita surpresa”, seria por que as eleições vêm aí e provavelmente o senador já está de olho nos votos de seus “esquecidos” conterrâneos.  

Diálogo interessante
Aconteceu esta semana um diálogo inusitado entre um vereador e um jornalista cajazeirenses: – vereador: “mas meu jovem como é que você faz uma matéria desta contra mim?” E depois ouvir uns desaforos o jornalista retrucou: – “vereador eu pensei que este seu telefonema, que inclusive interrompeu meu sagrado horário do almoço, fosse para me agradecer aquela excelente matéria que fiz a semana passada que deve ter lhe rendido bons resultados”.  O diálogo foi encerrado.  Tem gente habituada a um tipo de noticia que só agrada quando é a seu favor e jamais é agradecida.

Mudança
O vereador Jucinério Félix deverá mudar de partido, mas não muda de posição política, tanto a nível municipal quanto a nível estadual, mesmo se seu novo partido – PROS, tomar a decisão de votar em Ricardo Coutinho, ele não o acompanha, mas teria sido embutido no acordo que seu voto para deputado estadual tinha que ser em Vituriano de Abreu. Na Câmara continua fazendo oposição, por sinal a única voz que restou dentre os 15 vereadores, firme e forte.   
 
Gazeta do Alto Piranhas

Tags:
HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir