header top bar

section content

Juiz federal condena ex-prefeito da Região de Cajazeiras há 14 anos de prisão por crimes

O ex-gestor é acusado da prática dos crimes de responsabilidade, falsidade de documento público e falsidade ideológica.

Por

08/11/2011 às 12h41

O ex-prefeito de Bom Jesus, na região de Cajazeiras, Auremar Lima Moreira foi condenado a 14 anos de prisão, em regime inicialmente fechado.

A decisão é do juiz Orlan Donato, da 8ª Vara Federal, que julgou procedente a ação penal movida pelo Ministério Público Federal (MPF). O ex-gestor é acusado da prática dos crimes de responsabilidade, falsidade de documento público e falsidade ideológica, além, de desviar recursos para a construção de 98 módulos sanitários, na ordem de R$ 56 mil.

No processo
De acordo com os autos, em julho de 1998 o então prefeito de Bom Jesus formalizou o Convênio nº 1258/98 com a Funasa, tendo por finalidade a construção de 24 moradias populares. Foram transferidos para a prefeitura recursos da ordem de R$ 90 mil. Entretanto, o objeto conveniado não fora integralmente cumprido. De acordo com o MPF, fora iniciada a construção de 20 unidades residenciais, porém em dimensões consideravelmente inferiores às previamente estabelecidas

Tags:

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO: Com música ao vivo, programa Diversidade em Foco faz reflexão sobre o Dia das Mães; Assista!

EXCLUSIVO

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo

TRAGÉDIA

VÍDEO E FOTOS: Delegado dá detalhes do grave acidente próximo a parque de vaquejada em Cajazeiras