header top bar

section content

Juiz federal condena ex-prefeito da Região de Cajazeiras há 14 anos de prisão por crimes

O ex-gestor é acusado da prática dos crimes de responsabilidade, falsidade de documento público e falsidade ideológica.

Por

08/11/2011 às 12h41

O ex-prefeito de Bom Jesus, na região de Cajazeiras, Auremar Lima Moreira foi condenado a 14 anos de prisão, em regime inicialmente fechado.

A decisão é do juiz Orlan Donato, da 8ª Vara Federal, que julgou procedente a ação penal movida pelo Ministério Público Federal (MPF). O ex-gestor é acusado da prática dos crimes de responsabilidade, falsidade de documento público e falsidade ideológica, além, de desviar recursos para a construção de 98 módulos sanitários, na ordem de R$ 56 mil.

No processo
De acordo com os autos, em julho de 1998 o então prefeito de Bom Jesus formalizou o Convênio nº 1258/98 com a Funasa, tendo por finalidade a construção de 24 moradias populares. Foram transferidos para a prefeitura recursos da ordem de R$ 90 mil. Entretanto, o objeto conveniado não fora integralmente cumprido. De acordo com o MPF, fora iniciada a construção de 20 unidades residenciais, porém em dimensões consideravelmente inferiores às previamente estabelecidas

Tags:
JANEIRO BRANCO

VÍDEO: Comissão promove três dias de eventos em Cajazeiras para campanha de cuidados com a saúde mental

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região