header top bar

section content

Couto lança candidatura e descarta reaproximação de Ricardo com Maranhão

O deputado Luis Couto lançou oficialmente no final da tarde desta sexta-feira 16 sua candidatura a reeleição a presidência do PT estadual nas eleições diretas do partido (PED), que acontecerá no próximo dia 22 de novembro. O lançamento foi divido em duas etapas: na primeira, um ato simbólico, foram plantadas várias árvores na Praça da […]

Por

16/10/2009 às 19h56

src=http://www.wscom.com.br/anexos/imagens/noticias/1255729147185.JPGO deputado Luis Couto lançou oficialmente no final da tarde desta sexta-feira 16 sua candidatura a reeleição a presidência do PT estadual nas eleições diretas do partido (PED), que acontecerá no próximo dia 22 de novembro. O lançamento foi divido em duas etapas: na primeira, um ato simbólico, foram plantadas várias árvores na Praça da Independência, no bairro de Tambiá, em João Pessoa.

“Este ato representa a mudança, que estamos plantando o futuro, discutindo políticas públicas e projetos para mostrar que uma nova Paraíba é possível”, disse o deputado após plantar um arvore na praça da Independência.

Em seguida, foi realizado um ato político, no auditório do PIO X, também em Tambiá, com a participação de convidados e a representação estadual. Esperava-se a presença de lideranças nacionais que apóiam a candidatura de Couto, mas devido a problemas de agenda nenhum nome do PT nacional participou do evento.

Expectativa
Na oportunidade, Luiz Couto falou sobre as suas expectativas para o PED e sobre a atual conjuntura política do Estado. Com relação às eleições diretas do PT, o deputado disse que está confiante na sua reeleição.

“Tenho confiança na vitória, por que minha militância está unida e não se deixa levar por cargos, pois não somos escora de ninguém. Não estamos atrás de cargos e sim de políticas públicas”, disse.

Já sobre a possibilidade de reaproximação política do PMDB com o PSB, como foi ventilada nos últimos dias por Veneziano Vital (prefeito de Campina Grande), Eduardo Campos (governador de Pernambuco) e Ciro Gomes (deputado federal pelo Ceará), o deputado disse que não existe a menor probabilidade de entendimento entre o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) e o governador José Maranhão (PMDB).

“Não tem reaproximação nenhuma com o PMDB. Esta possibilidade não existe”, afirmou.

Afastamento
Indagado sobre os motivos que o afastou do PMDB, já que participou da aliança com o partido em 2006, Couto disse que cada eleição tem suas peculiaridades.

“Cada eleição é uma eleição. Hoje temos uma experiência administrativa muito bem sucedida em João Pessoa e fazemos parte deste projeto”, frisou.

Ele também descartou qualquer possibilidade de participar de uma aliança que englobe o PSDB e o DEM.

“Não existe aliança com o PSDB e com o DEM. Quem lê as resoluções do PT nacional entende claramente que nossas alianças são com os partidos progressistas e com as frentes de esquerda e não com forças reacionárias”, sustentou.

Da redação com WSCOM Online

Tags:
SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa