header top bar

section content

Diretora do HRC tira ambulância de distrito e pede paciência: “Não é obrigação do Estado”

Edjane explicou que manter a ambulância não é uma obrigação do Estado e nem do HRC, mas sim do município de São João do Rio do Peixe.

Por

26/02/2015 às 17h35

Diretora do HRC, Edjane Leite

A diretora do Hospital Regional de Cajazeiras, Edjane Leite, justificou a retirada de uma ambulância do distrito de Gravatá, município de São João do Rio do Peixe, fato que gerou polêmica na imprensa sertaneja.  

Edjane explicou que manter a ambulância não é uma obrigação do Estado e nem do HRC, mas sim do município de São João do Rio do Peixe. “A ambulância é do Estado e foi cedida ao distrito de Gravatá devido às dificuldades de acesso da população até os serviços do hospital”, disse.

A diretora informou ainda que, o município nunca colaborou com o abastecimento da ambulância, nem com pagamento de motorista, tudo sempre foi feito pelo Estado. Ela disse também que vai tentar devolver a ambulância desde que o município colabore: “Só posso pedir à população do distrito que tenha paciência”.

Assista a reportagem da TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS

VÍDEO: Diretor do HRC esclarece morte de jovem após parto cesariano e diz que pré-natal não foi regular

BEM RECEBIDO NA PB

VÍDEO: Bolsonaro é recebido com festa em Campina Grande e compartilha imagens em suas redes sociais

MUDANÇA DE VIDA

VÍDEO: Em Cajazeiras, Thiago Brado relata por que deixou de cantar em bares para ser artista católico

PRINCIPAIS ALVOS

VÍDEOS: Lula é carregado por multidão e ataca Globo, Moro e Bolsonaro em discurso no ABC: “Tô de volta”