header top bar

section content

Radialista diz que Diocese de Cajazeiras vive “escassez de padres”; em dois meses, 3 sacerdotes renunciaram

Ele comentou o episódio ocorrido recentemente, onde o padre Francisco Neto de São João do Rio do Peixe, largou a batina por causa de uma mulher.

Por

20/10/2014 às 15h39

Olivan Pereira, Direto ao Ponto

O radialista Olivan Pereira (Big Boy) em seu comentário “Direto ao Ponto” para a TV Diário do Sertão nesta segunda-feira (20) disse que está havendo uma grande preocupação na Diocese de Cajazeiras, com relação às renúncias dos padres.

De acordo com Big Boy, três padres renunciaram em menos de dois meses. O primeiro padre a renunciar foi José Arimatéia, que foi acometido de uma doença e quando se recuperou, não quis mais seguir do sacerdócio. Em seguida, o padre Gilberto Lisboa de Monte Horebe renunciou para se dedicar a política e a um relacionamento amoroso.

Olivan comentou o episódio ocorrido recentemente, onde o padre Francisco Neto de São João do Rio do Peixe, pegou a todos de surpresa quando largou a batina por causa de uma mulher.

Para Big Boy está havendo um claro período de escassez de padres. “Um só padre administra mais de três paróquias”, disse.

Segundo ele, este ano, um seminarista será ordenado. E em 2015, seis novos padres serão ordenados, o que poderá suprir a deficiência nas paróquias. 

Na cidade de São João do Rio do Peixe, o padre Agripino ficará responsável, até que seja escolhido um novo pároco.
 

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
SAÚDE E BEM-ESTAR

VÍDEO: Sangramento nas regiões do reto e do ânus pode ser sinal de doença grave, avisa médico

APOIO DE CRAQUE

VÍDEO: Embaixador do Campeonato Paraibano, Hulk diz que está à disposição para ajudar clubes do Sertão

COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

VÍDEO: Para advogado da OAB de Cajazeiras, investir em presídios e não em escolas é ‘enxugar gelo’

VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019