header top bar

section content

Radialista diz que Diocese de Cajazeiras vive “escassez de padres”; em dois meses, 3 sacerdotes renunciaram

Ele comentou o episódio ocorrido recentemente, onde o padre Francisco Neto de São João do Rio do Peixe, largou a batina por causa de uma mulher.

Por

20/10/2014 às 15h39

Olivan Pereira, Direto ao Ponto

O radialista Olivan Pereira (Big Boy) em seu comentário “Direto ao Ponto” para a TV Diário do Sertão nesta segunda-feira (20) disse que está havendo uma grande preocupação na Diocese de Cajazeiras, com relação às renúncias dos padres.

De acordo com Big Boy, três padres renunciaram em menos de dois meses. O primeiro padre a renunciar foi José Arimatéia, que foi acometido de uma doença e quando se recuperou, não quis mais seguir do sacerdócio. Em seguida, o padre Gilberto Lisboa de Monte Horebe renunciou para se dedicar a política e a um relacionamento amoroso.

Olivan comentou o episódio ocorrido recentemente, onde o padre Francisco Neto de São João do Rio do Peixe, pegou a todos de surpresa quando largou a batina por causa de uma mulher.

Para Big Boy está havendo um claro período de escassez de padres. “Um só padre administra mais de três paróquias”, disse.

Segundo ele, este ano, um seminarista será ordenado. E em 2015, seis novos padres serão ordenados, o que poderá suprir a deficiência nas paróquias. 

Na cidade de São João do Rio do Peixe, o padre Agripino ficará responsável, até que seja escolhido um novo pároco.
 

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

SERVOS DE DEUS

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre a filiação divina e o exercício da mediunidade

SUCESSO

VÍDEO: Programa Acústico Diário recebe o cantor cajazeirense Fabinho Mendes com os sucessos do momento

VÍDEO

Corpo jovem desaparecida é encontrado em avançado estado de decomposição; amiga fala da relação com o ex

AO VIVO

ESPECIAL: Sessão da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba em Cajazeiras – 156 anos