header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Deputados discutem sobre Hospital de Trauma e realizam homenagens

Um dos primeiros a ocupar a tribuna foi o deputado Aníbal Marcolino (PEN).

Por

06/05/2014 às 15h47

Deputados discutem sobre Trauma

Os deputados discutiram, durante sessão ordinária desta terça-feira (6), sobre a gestão do Hospital de Trauma, e realizaram homenagens aos servidores do Setor de Taquigrafia da Casa de Epitácio Pessoa.
 
Na oportunidade, os parlamentares ainda abordaram outros temas, a exemplo das audiências públicas com a presença do secretário de Estado da Saúde, Waldson de Sousa, convocada para esta quarta-feira (7), às 14h, e para debater as contas de 2011 do Poder Executivo, agendada para o dia 14, no mesmo horário.
 
Um dos primeiros a ocupar a tribuna foi o deputado Aníbal Marcolino (PEN). Ele elogiou o Poder Legislativo paraibano, o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) pelo trabalho de investigação em torno da gestão da Cruz Vermelha no HETSHL.
 
“Estamos falando de um desvio de R$ 8,2 milhões. É muito dinheiro que poderia ser investido em outras unidades hospitalares que estão fechadas”, disse Aníbal Marcolino. O deputado disse que espera que o secretário Waldson de Sousa explique o teor das irregularidades identificadas na gestão do Hospital de Trauma.
 
O deputado Anísio Maia (PT) denunciou a "existência de empresas terceirizadas fantasmas, que teriam sido contratadas pela Cruz Vermelha". "Entre elas, a B&l Soluções Corporativas, que recebeu R$ 975.512,25, em 2013, para a prestação de serviços de consultoria operacional e administrativa voltada para gestão hospitalar, quando o hospital já possuía profissionais remunerados para executar o mesmo trabalho”, disse Anísio Maia.
 
Trócolli Júnior (PMDB) afirmou que "não existem argumentos convincentes, por parte do Governo do Estado, que consiga modificar o teor da denúncia". “Não existem mais argumentos mediante o que estamos demonstrando através do relatório do Tribunal de Contas”, disse.
 
O líder do Governo na ALPB, Hervázio Bezerra (PSB), afirmou que o secretário de Estado da Saúde (SMS), Waldson de Sousa, dará todas as respostas necessárias para esclarecer as dúvidas em torno da gestão pactuada do Hospital de Trauma. Ele ainda lamentou que o gestor da SMS e a Cruz Vermelha tenham sido alvos de críticas.
 
“Amanhã, vamos ter a oportunidade de debater, porque é a primeira vez na história da Paraíba que vemos um relatório sendo discutido primeiro na Assembleia. Mas, se vossa excelência ler o rodapé do documento, perceberá que aquela peça não é do Tribunal, é da auditoria, não é definitiva e sequer foi esgotado o prazo de defesa. O secretário virá e executará o direito que não teve ainda, o da ampla defesa e quem vai julgar é a sociedade”, disse Hervázio Bezerra.
 
Adriano Galdino (PSB) criticou o posicionamento dos colegas de oposição e afirmou que eles não podem acusar o Governo do Estado e a Cruz Vermelha, mediante a apresentação de um relatório preliminar.

“Vejo isso com muita preocupação, pois fui prefeito e recebi vários relatórios [negativos] de auditores e quando tive a oportunidade de defesa, esses relatórios caíram por terra. Minhas 12 contas da época foram aprovadas sem ressalvas. O que existe é um costume dos auditores de apontar falhas, mas amanhã o secretário estará aqui para esclarecer esses pontos e tudo irá cair por terra”, comentou Adriano Galdino.
 
Outras denúncias
Ainda sobre a gestão do Hospital de Trauma, o deputado Janduhy Carneiro (PTN) também destacou contratos firmados com empresas terceirizadas. "A Cruz Vermelha pagou o equivalente a R$ 379.222,00 para serviços de manutenção nos aparelhos de climatização, em 2013, a uma empresa criada no bairro de Mandacaru, em João Pessoa, no ano de 2011, logo após a instalação da nova gestão no Hospital. O detalhe é que o registro fotográfico para a sede da empresa aponta para uma residência e não para uma empresa”, explicou.
 
Audiência sobre as Contas do Poder Executivo

O deputado Tião Gomes (PSL) ocupou a tribuna para solicitar da Mesa Diretora da ALPB o acesso aos relatórios das últimas quinze prestações de contas dos governantes que antecederam o atual chefe do Poder Executivo, Ricardo Coutinho (PSB).
 
Raniery Paulino (PMDB) disse que o pedido da audiência sobre as contas do governo foi fruto de requerimento apresentado pelo deputado Caio Roberto, aprovado no âmbito da Comissão de Orçamento, portanto, é legitimo. “A audiência vai acontecer e até sugiro ao deputado Tião que apresente um requerimento solicitando as informações referentes as contas dos gestores anteriores. O caminho é esse e nada o impede disso”, comentou.  
 
Raniery Paulino afirmou que a ALPB deverá adotar a realização de audiências públicas sobre as contas de todos os chefes do Poder Executivo a partir de agora. “Esperamos que vire uma praxe nesta Casa, para que as contas sejam apresentadas de maneira transparente, pedagógica e didática, para dar conhecimento à população”, comentou.
 
Discurso emocionado
Em discurso emocionado, o deputado Hervázio Bezerra (PSB) ainda fez uma homenagem para a sua irmã, a servidora aposentada da ALPB e ex-presidente do Sindicato do Poder Legislativo da Paraíba (Sinpol), Isabel Maria Bezerra Cavalcanti Alcoforado, Isa como era mais conhecida, que faleceu em decorrência de um câncer.
 
“Ela era pra mim mais do que uma irmã. Muitas vezes a chamei de mãe e sua ausência dói muito e eu quero agradecer de público a todos os deputados que aqui desta tribuna prestaram a sua homenagem ou que foram ao velório”, disse.
 
Hervázio Bezerra também prestou homenagem ao advogado Flávio Ramalho, filho do ex-deputado Ramalho Leite, vítima de atropelamento. “O golpe foi pesado, além do falecimento da minha irmã, recebi a informação do falecimento de um primo, jovem e de grande talento. Nos deslocamos até Bananeiras para prestar solidariedade a toda à família. Imaginem a dor no coração, da perda de um jovem, concursado, que venceu na vida por seus próprios méritos”, concluiu.
 
Dia do Taquigráfico
Os deputados homenagearam os servidores do Setor de Taquigrafia da Casa de Epitácio Pessoa pela passagem do Dia do Taquigráfo, comemorado no último dia 3 deste mês. “Quero abraçar todos os taquígrafos, esses companheiros importantíssimos para o nosso Poder Legislativo”, disse Trócolli Júnior. “Quero também prestar a minha homenagem a todos esses importantes profissionais que trabalham nesta Assembleia e em outras Casas Legislativas e órgãos”, complementou Janduhy Carneiro.
 
Secom

Tags:
ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local