header top bar

section content

Homem que ateou fogo no seu próprio corpo não resiste aos ferimentos e morre em João Pessoa

O aposentado da cidade de Itaporanga, o senhor Acárcio não resistiu e faleceu na cidade de João Pessoa na madrugada desta quinta-feira.

Por

23/12/2011 às 08h40

Morreu o aposentado por invalidez, Acárcio Antônio Olinto, 49 anos, que não resistiu à gravidade das lesões e faleceu na madrugada desta quinta-feira (22), no Hospital de Trauma, em João Pessoa, para onde foi levado após atear fogo ao próprio corpo nessa quarta-feira.

Segundo informações, Acárcio vinha sofrendo de depressão, o que pode ter motivado o suicídio.

Ele era separado e deixa um filho, que vive na Bahia. A vítima vivia com sua mãe, a viúva Maria do Socorro Leite Olinto, de 76 anos, e um irmão, o funcionário público Francisco Albilânio Olinto, de 53.

Quem primeiro notou o fogo foi o cabo Lopes, que estava de guarda na cadeia e correu em socorro do homem, que sofreu queimaduras de 3º grau em grande parte do corpo, especialmente quadris e membros inferiores.

Veja também: No Sertão: Funcionário público toma banho de álcool e ateia fogo no próprio corpo

DIÁRIO DO SERTÃO
 

Tags:
RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”

"MERECIA MAIS"

VÍDEO: Comentarista critica falta de prestígio de Sousa com o Governo do Estado nas nomeações de cargos

ANTIGO E NOVO

VÍDEO: Secretário e prefeito exibem projeto do novo Museu de Cajazeiras feito por arquiteta cajazeirense

COBRANÇAS INDEVIDAS

VÍDEO: Problemas com empréstimo consignado? Advogado dá orientações para que você não seja negativado