header top bar

section content

IMAGENS FORTES! Recém-nascida sobrevive após ser enterrada viva pela própria avó. Assista ao vídeo!

Os militares se surpreenderam com o choro do recém-nascido e se emocionaram ao conseguir retirá-lo com vida do buraco

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

06/06/2018 às 16h48 • atualizado em 06/06/2018 às 17h11

Uma índia recém-nascida conseguiu sobreviver depois de ser enterrada viva pela família dela, nessa terça-feira (05), no município de Canarana, no estado de Mato Grosso. A menina passou cerca de sete horas enterrada, mas foi salva por policiais, que filmaram toda a ação.

Após receber denúncia anônima, a Polícia Militar, com apoio da Polícia Civil, compareceu no endereço da casa onde residia uma família indígena, em que a avó de 57 anos teria enterrado a neta. A mãe da menina tem 15 anos e deu à luz no banheiro de uma casa da família de indígenas.

A operação foi iniciada e ao começarem a escavar, os militares se surpreenderam com o choro do recém-nascido e se emocionaram ao conseguir retirá-lo com vida do buraco.

Recém-nascida está internada no Hospital (Foto: Polícia Militar de MT)

Segundo a polícia civil, a avó explicou que a bebê teria que ser sacrificada pelo fato de a mãe ser solteira, o que não é permitido pela sua etnia. A etnia é do Parque Nacional do Xingu onde existem 19 nações indígenas. A criança foi salva pelo major João Paulo, sargentos Fernando e Oliveira e pelo soldado Henrique.

De acordo com informações do Hospital Regional de Água Boa, o estado do bebê é estável , mas ele vai passar por exames médicos.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local