header top bar

Maria do Carmo

section content

Cajazeiras e o equívoco  na sua História

26/07/2017 às 18h04

Vista aérea de Cajazeiras; no destaque a Catedral Nossa Senhora da Piedade

Na origem da cidade de Cajazeiras registram-se dois fatos históricos consagrado   marcos os quais merecem homenagens especiais. O dia 22 de Agosto e o Dia 10 de Julho.

Revendo os fatos que se tornaram oficializados, Cajazeiras é uma cidade que tem raízes     na configuração do Brasil no Sistema de Capitanias Hereditárias. Foi na década de 1800 que Luis Antonio Lemos Brito concedeu por sesmaria a Francisco Gomes Brito e José Rodrigues da Fonseca as terras que ficavam à margem da Lagoa do São Francisco. Após 13 anos as sobras das mesmas terras eram concedidas a Luiz Gomes de Albuquerque o qual fez doação à sua filha  Ana Francisca de Albuquerque que realizou    matrimônio com Vital de Sousa Rolim.

Foi exatamente nesta área que surgiu a Fazenda Cajazeiras, uma casa grande, às margens de um Açude e um criatório diversificado de animais caracterizava a mesma  depois o Sítio Cajazeiras. Nesta localidade crescia Inácio de Sousa Rolim um dos filhos de Vital de Sousa Rolim e Ana Francisca popularmente Mãe Aninha. Em 1825 uma vez  ordenado, o Padre Inácio passou a ser considerado grande mentor da educação uma das  principais alavanca no crescimento do povoado e do progresso econômico da atual cidade de Cajazeiras.

Conforme a História, em 29 de Agosto de 1859 através da lei Provincial Nº 5 Cajazeiras passou a ser Distrito  do município de Sousa. E em 23 de Novembro de 1863 através da Lei Nº 92 sancionada pelo presidente da província Paraíba do Norte Francisco de Araújo Lemos foi criado o município de Cajazeiras. Na condição de Vila, foi fundada a câmara comum formada por pessoas de poder econômico de destaque, intelectuais e religiosos tendo poderes na indicação de dirigentes para administrar a localidade. Em 1864 foi instalado o primeiro governo municipal sendo o presidente da respectiva câmara o Padre José Tomaz de Albuquerque sendo o mesmo o primeiro administrador da vila Cajazeiras.

Em 10 de Julho de 1876 através da Lei Nº 616 oficialmente a Vila Cajazeiras foi  emancipada politicamente compondo assim o conjunto das cidades do  alto sertão paraibano.Tanto o aniversário de Padre Rolim como a emancipação política de Cajazeiras são fatos históricos comprovados oficializados que a população cajazeirense e circunvizinha precisa ser mais bem informada. São verdades que precisam ser revistas, esclarecidas cada uma no seu tempo certo. Uma coisa é o aniversário de Padre Rolim; outra coisa é a emancipação política de Cajazeiras. Ambas não ocorreram na mesma data.

A atual e as futuras gerações cajazeirenses precisam saber exatamente o dia em que se comemora a emancipação política da cidade. Com todo respeito ao projeto de Lei de outrora; na verdade é preciso esclarecer o transcorrer dos fatos históricos. O 22 de Agosto é o dia do nascimento de Padre Inácio de Sousa Rolim, nascido no ano de 1800 que através da fundação da sua Escolinha de Serraria quando o mesmo sacerdote e intelectual impulsionou o progresso no campo da educação Cajazeirense sendo denominada de “Berço da Cultura”, Terra que ensinou a Paraíba a Ler”. Mais do que justo, comemorar festivamente a data do nascimento de Padre Rolim tornar público as homenagens e aplausos ao grande  “mestre na arte de educar”.

Por outro lado, preparar atividades para comemorar o dia da emancipação política da cidade de Cajazeiras é importante e fundamental, uma vez que é esclarecido para a população e o povo em geral que são fatos históricos verificados em datas e caracterizações diferentes. Conhecer a história de um lugar é cultura, esclarecer a verdade dos fatos é cultura também. Portanto, a terra da cultura não deve deixar que o equívoco continue, nunca é tarde para se reler os fatos históricos os quais comprovam a história do município cajazeirense. Assim, a população compreenderá a ênfase atribuída ao dia 22 de Agosto  aniversário de Padre Rolim e a importância da  comemoração do dia 10 de Julho, dia da emancipação política de Cajazeiras.

Professora Maria do Carmo de Santana

Cajazeiras – Julho de 2017

Maria do Carmo

Maria do Carmo

Professora da Rede Estadual de Ensino em Cajazeiras. Licenciatura em Letras pela UFCG CAMPUS Cajazeiras e pós-graduação em psicopedagogia pela FIP.

Contato: profmariadocarmosantana@gmail.com

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em continência ao Senhor Jesus recebe o pastor Ismar e a cantora Rafaela Amaro; CONFIRA!

INTERVIEW

Cantor de São João do Rio do Peixe fala sobre sua trajetória de sucesso e recorde de público nos shows

RESPOSTA

VÍDEO: Energisa esclarece quedas de energia que aconteceram em Sousa e garante agilidade na manutenção

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em continência ao Senhor Jesus recebe os membros da Assembléia de Deus Canaã e Luciana Batista

Maria do Carmo

Maria do Carmo

Professora da Rede Estadual de Ensino em Cajazeiras. Licenciatura em Letras pela UFCG CAMPUS Cajazeiras e pós-graduação em psicopedagogia pela FIP.

Contato: profmariadocarmosantana@gmail.com