header top bar

section content

Impressões de viagem (II) – Os Rios Sena e Tejo

04/06/2016 às 18h49 • atualizado em 08/06/2016 às 18h57

Impressões de viagem (II)-Os Rios Sena e Tejo

Por José Antonio

Não deu tempo nem de desarrumar as malas e fico a desejar voltar a Portugal, mais precisamente a cidade de Lisboa, para navegar pelas águas do Rio Tejo, passeio que não foi possível realizar devido à exigüidade do tempo, já que no nosso roteiro havia outras visitas consideradas importantes.

São necessários muitos dias para se conhecer o que existe de belo no país que colonizou o Brasil, com certeza, a maioria de seus monumentos, tenha sido edificados com o dinheiro da venda de nosso pau-brasil, do açúcar produzido em Pernambuco e do ouro das minas gerais, além do pagamento dos benefícios feitos pela Coroa Portuguesa, com dinheiro tomado emprestado a Inglaterra, logo depois de nossa independência, para que Portugal reconhecesse o nosso país como uma Nação livre e Soberana, dando início a nossa divida externa, que hoje está num patamar exacerbadamente elevado.

Um dia ainda voltarei a Portugal para sentir o mesmo prazer de Pedro Álvares Cabral, que próximo da Torre de Belém, deu inicio a sua grande viagem, singrando as águas do Oceano Atlântico, para atracar na Bahia, em Porto Seguro, nas terras do Brasil.

O Rio Tejo, ao nele se navegar, vê-se seus badalados bairros e se aprecia suas tradições marítimas e de pesca, bem como sua importância estratégica na defesa de Portugal contra o ataque em tempos menos pacifico. Foi através dele que Dom João VI conseguiu fugir das tropas de Napoleão para o Brasil, o que redundou na nossa Independência.

Mas, já que não pude passear pelo Rio Tejo, tive a felicidade e o prazer de passear de barco (bateau mouche), pelo Rio Sena, que divide Paris em duas, considerado um dos ícones da cidade, possui uma extensão de 776 km e deságua no Canal da Mancha e sua superfície ocupa aproximadamente 75.000 km².

Do Rio é possível apreciar e avistar muitos dos seus principais monumentos e edificações, como Champs-Elysées, Museu do Louvre, Teatro Ópera, Torre Eiffel e a Universidade Sorbonne e de muitas e belas pontes, que são um registro vivo da história e da arquitetura, e dentre as trinta sete, a Ponte Alexandre III, me surpreendeu por sua exuberância e beleza ímpar.

Fiquei a imaginar o quanto estes dois rios são importantes para seus países, antes poluídos, mas que os governos resolveram a “ferro e fogo” e com pesados investimentos e grandiosas multas para que os poluíssem, os tornassem vivos e sadios.

Enquanto isto há quantos anos falamos em despoluir o nosso Açude Grande, que até o ano de 1964, suas águas abençoadas matavam a sede do povo de Cajazeiras? Os nossos sonhos ainda não morreram.

Companheiros de viagem
Nesta viagem que fiz a Paris e Lisboa, eu e Antonieta tivemos a grata satisfação de ter como companheiros os doutores Judson e Silvana (que por diversas vezes já haviam visitado estas cidades) e foram nossos “guias”, mais Edeildes e sua esposa Corrinha, Jobson, sua esposa Rafaela e sua graciosa filha Laura, Valdilanio (Totinha) e sua esposa Paloma, Dona Fátima Moreira, Sávio, Kassandra e seu lindo filho Davi (meu neto). Foram duas semanas de muitas alegrias e companheirismo. Saudades.

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br