header top bar

Reudesman Lopes

section content

Os desafios de 2018

06/10/2017 às 10h26

Amadeu Rodrigues recebeu os representantes dos clubes para discutir o Campeonato Paraibano de 2018 (Foto: Cisco Nobre / GloboEsporte.com)

O futebol brasileiro, mais precisamente clubes e dirigentes das Federações Estaduais de futebol terão que lidar com uma temporada, 2018, bem atípica, mas, nada muito longe do gravíssimo problema, o calendário do futebol brasileiro, que aflige este esporte e que a Confederação Brasileira de Futebol não nos parece preocupada em resolver a situação, ela que deveria ser a responsável pelas mudanças que urge no nosso futebol e ai, incluo todas as federações estaduais que sem força para gritar contra a CBF aceita o que dela vem para o futebol dos nossos estados.

Estou lendo que ela, a CBF, vai solicitar a FIFA que os campeonatos brasileiros das séries b, c e d, não sejam paralisados durante a copa do mundo 2018. Entretanto, ela, CBF, deu mais uma boa apertada no calendário do futebol brasileiro para este mesmo ano de 2018 e colocou, como vem acontecendo, os estaduais, em última opção em se tratando de interesse. Para os estados que possuem clubes nos campeonatos das séries a e b, até daria para nós entendermos, afinal de contas, na série a essa briga é fenomenal para se chegar a Libertadores das Américas.

Mas, e os estados que como a Paraíba tem apenas clubes na série c e d? O que farão esses clubes se eliminados ainda na primeira fase dessas competições? É sem dúvida um problemão que a CBF e as próprias Federações Estaduais não estão nem ai para os clubes. Agora falando na Paraíba ou no nosso campeonato, existe uma imensa vontade do presidente da Federação Paraibana de Futebol em uma redução no número de clubes do nosso campeonato estadual, atualmente são 10 participantes e, pelo que sinto em entrevistas e matérias veiculadas na imprensa esportiva paraibana o homem só vai sossegar quando diminuir o número de clubes do estadual paraibano. Sincera e honestamente, ainda não vi nenhuma defesa por parte do presidente da FPF da causa que o leva a ser um defensor intransigente de tal propositura, ou seja, diminuir o número de clubes do paraibano.

Não acho que ele, Amadeu, seja da corrente que segue brigando pelo fim dos campeonatos estaduais, pois, se assim acontecer, as federações, principalmente como a paraibana, perde por completo o sentido de sua existência. Desta forma, esperamos que o presidente da Federação Paraibana de Futebol coloque o seu projeto de “exclusão” de massificação do futebol paraibano às claras e que todos, clubes, dirigentes, imprensa e futebolistas deste estado possam discutir e opinar com transparência sobre este processo que, entendo, vai penalizar a interiorização do nosso futebol.

Vantagem

Ao vencer a Desportiva Guarabira pelo placar de 2 a 0 no primeiro jogo que decide o título de campeão da segunda divisão do campeonato paraibano 2017, o Nacional de Patos leva para o jogo da volta em Guarabira uma boa vantagem. Aproveitando do fator “casa”, o canário do sertão, empurrado pela sua animada torcida aproveitou as oportunidades do jogo e fez o placar. Agora vai neste domingo a Guarabira e pode até perder por um gol de diferença que mesmo assim ainda levanta o caneco. A Desportiva por sua vez, terá que jogar em busca de um resultado com mais de 3 gols. O jogo promete lá no Sílvio Porto.

CREF 10

Em breves dias o Conselho Regional de Educação Física da Paraíba, CREF 10/PB, deverá ter instalada aqui a sua representação local. A nova “casa” já está sendo alugada e deverá funcionar em uma sala de 1º andar que fica localizada no calçadão no centro da cidade de Cajazeiras. Toda a estrutura já está sendo providenciada pelo CREF 10/PB com o apoio local do professor Reudesman Lopes Ferreira que será o representante local do Conselho Regional de Educação Física nomeado que foi através de portaria do presidente do CREF 10/PB o professor Francisco Martins.

BOLA DENTRO

Para o futebol da Zona Rural que a cada competição vê crescendo o número de participantes em sua principal competição que é organizada pela secretaria de esportes da Prefeitura Municipal de Cajazeiras. A massificação merece a NOTA 10!

BOLA FORA

Para a obsessão da Federação Paraibana de Futebol quanto ao processo de redução de clubes no campeonato estadual. Vejo-a como uma exclusão da interiorização do futebol paraibano. Por isso merece a NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!

ENTREVISTA

VÍDEO: Artista sousense que impressionou o público com suas pinturas fala sobre sua obra e trajetória

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br