header top bar

Reudesman Lopes

section content

Urgente, uma Lava Jato no futebol

30/03/2017 às 18h38 • atualizado em 30/03/2017 às 18h39

Máfia do apito? Que nada, aquilo é fichinha no que anda acontecendo aqui e acolá no futebol brasileiro. Acabamos de ver que a cúpula “podre” do futebol brasileiro e aqui entendamos a Confederação Brasileira de Futebol, “oficializar” a perpetuação deles nesta entidade e apoderando-se mais fortemente do nosso futebol. O que fez a CBF? Aprovou o “novo estatuto” que permite ao seu presidente, Marco Polo Del Nero ficar por mais dez anos no cargo.

Aumentou também o poder eleitoral das federações estaduais. Deu um “olé” nos clubes, a CBF estabeleceu que os votos destas federações terão peso 3, os votos dos clubes da Séries A terão peso 2 e os clubes da Série B terão peso 1. Na prática e o que realmente acontece sempre, se as federações estaduais votarem no mesmo candidato, este terá 81 votos e, unidos, os clubes terão apenas 60 votos, o que quer dizer que os “cartolas” continuaram a mandar.

Mas, o mais lamentável que não vimos nenhuma manifestação contrária a tão absurda mudança por parte de nenhum dos nossos “grandes” clubes. Esta semana, a Paraíba ficou “momentaneamente” estarrecida com um áudio gravado não se sabe à verdadeira procedência de um ex jogador do Botafogo de João Pessoa que fala da suposta compra de resultados em favorecimento ao Belo da Capital, mas, me parece que a coisa entrou em uma fase de esquecimento e, não era para acontecer os “panos frios” neste assunto, certo é que não se vê, nos noticiários esportivos do estado, nenhuma notícia sobre o caso, muito estranho.

Em nossa coluna da primeira semana de janeiro, portanto, antes do campeonato paraibano ser iniciado, escrevi um artigo que pedia um “campeonato limpo” e, me referia a erros “nada comuns” que sempre acontece contra os times chamados pequenos principalmente quando eles atuam em João Pessoa ou em Campina Grande. Como explicar aqueles 7 minutos dados além do tempo normal a favor do Botafogo em João Pessoa e contra o Atlético? Esse é apenas um exemplo a tantos que vimos se repetir a cada jogo e a cada temporada nesse sofrido futebol paraibano.

Tem uma escalação que jamais me convenceu. O Atlético estreou contra o Treze em Campina Grande com árbitro A no apito, na terceira rodada, esse mesmo árbitro A, estava aqui no Perpetão para, novamente arbitrar um jogo do Atlético. Coincidência? Não tenho resposta. E assim, sem uma Lava Jato, eles vão se apoderando cada vez mais forte daquilo que ainda resta de alegria ao povo brasileiro, o futebol.

Salvo

Com a vitória em João Pessoa frente o Auto Esporte pelo placar de 1 a 0, o Sousa cela a sua permanência na elite do futebol paraibano. Honestamente, jamais acreditei em que o Dino pudesse cair para a segundona do paraibano. Apesar de ter formado um dos piores times da sua história, mesmo assim, a fragilidade dos seus concorrentes diretos a uma possível queda é tão grande que não teria como o time de Aldeone Abrantes cair. Nessa conta está o Paraíba que não conseguiu rumo nesta temporada e o CSP que abdicou do campeonato a partir que o seu presidente resolveu ser o “tudo” do time.

Voltou

Após rescindir o seu contrato com o Bahia, o cajazeirense Renato Cajá está de volta a Ponte Preta. O jogador foi apresentado no Moisés Lucareli nesta e vem como sendo o principal reforço da Macaca para a Copa Sul Americana. Muito embora, Coritiba e Chapecoense estivessem com propostas para Renato Cajá, a sua preferência pela Ponte e por Campinas pesou na hora de optar para qual clube ele seguiria. Está é a quarta passagem do cajazeirense pela Ponte Preta onde se sagrou vice campeão paulista.

BOLA DENTRO
Para o treinador Ederson do Atlético Cajazeirense de Desportos. Ao contrário das vezes anteriores, desta vez ele acertou nas substituições que fez no intervalo. Neste caso ele merece a NOTA 10!

BOLA FORA
Para os praticantes da caminhada na estrada do amor. A especulação imobiliária pode engolir a área desta atividade física. Bom ficarmos de olhos abertos. NOTA 0!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!

Reudesman Lopes

Reudesman Lopes

Contato: reudesman@bol.com.br