header top bar

section content

Prestes a retornar, Anderson Silva revela motivo que o levou a tomar estimulante sexual antes da luta no UFC

Se preparando para encarar Michael Bisping na luta principal do UFC Londres, no dia 27 de fevereiro, Spider garantiu estar em um período mais ‘zen’ de sua vida.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

22/02/2016 às 15h24

Anderson Silva (Foto: Reprodução)

Faltando menos de uma semana para retornar ao UFC após um ano de suspensão por falhar no exame antidoping, Anderson Silva decidiu falar sobre os motivos que o levaram a, segundo ele, tomar um estimulante sexual que continha as substâncias drostanolona e androsterona, considerados anabolizantes.

Spider revelou que a ideia surgiu enquanto ele estava com sua equipe na Tailândia e, em meio a um bate-papo descontraído, resolveu tomar o estimulante apenas por brincadeira e sem saber que continham tais substâncias.

“Eu realmente fiz uso de uma substância que era proibida, mas eu nunca usei anabolizante na minha vida… Foi estimulante sexual que usei, porque estava toda a equipe junta, só tinha homem, papo de homem e um falou: ‘É bom mesmo, brother’. Tomei, acabou dando no que deu. Na vida tem as oportunidades certas quando comete erro para ter sua redenção”, afirmou o paulista em entrevista ao ‘Fantástico’.

Se preparando para encarar Michael Bisping na luta principal do UFC Londres, no dia 27 de fevereiro, Spider garantiu estar em um período mais ‘zen’ de sua vida. Mesmo com as provocações do inglês, que sempre que pode fala do doping do brasileiro, Anderson Silva garantiu não se deixar levar.

“Estou na fase dos 40. Estou com 40 anos, mas bem vividos. Derrotas e vitórias na vida profissional e pessoal. Aí você para para pensar e, pô, a vida é muito simples, cara”, disse.

“Esse ano que passou eu perdi meu tio, meu pai de criação, e a última vez que estive com ele foi muito forte porque a gente conversou e ele me falou coisa assim: “o que é mais importante? Cinturão? Dinheiro? Fama? Não. Isso tudo vai passar”, completou.

Anderson não luta desde janeiro de 2015, quando venceu Nick Diaz por pontos. O triunfo, entretanto, foi cancelado por conta do doping que o fez ficar afastado por um ano do octógono mais famoso do mundo.

Agfight

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares