header top bar

section content

Major fala sobre redução de assassinatos, reconhece aumento dos assaltos e afirma que legislação é frouxa

O comandante do 14° Batalhão da Polícia Militar, Jurandy Pereira, finalizou a entrevista falando sobre as falhas da legislação brasileira. Confira os vídeo!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

27/05/2016 às 15h37 • atualizado em 27/05/2016 às 15h46

O comandante do 14° Batalhão da Polícia Militar na cidade de Sousa, Jurandy Pereira, prestou entrevista à reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão e falou sobre o trabalho dos policiais para garantir a segurança na cidade de Sousa.

De acordo com o major, nos últimos dois meses, as estatísticas feitas pelo batalhão apontaram que houve redução no número de homicídios em relação ao ano passado:

“Percebemos que nos últimos meses isso está diminuindo, em toda a região de nosso batalhão foram registrados apenas dois homicídios que foi um em Sousa e outro em Pombal”, disse.

Major Jurandy Pereira, comandante do 14° BPM (foto: Charley Garrido)

Major Jurandy Pereira, comandante do 14° BPM (foto: Charley Garrido)

Ainda segundo Jurandy, existe outra estatística em relação ao número de assaltos que apontou um aumento nos roubos na cidade de Sousa:

“Percebemos um aumento, estamos colocando viaturas em locais estratégicos para tentar evitar que esses crimes aconteçam e vamos nos reunir com a polícia civil para elaborar uma estratégia para combater esses roubos”, salientou.

O comandante do 14° BPM finalizou a entrevista falando sobre as falhas da legislação brasileira:

“A polícia muitas vezes prende, mas a legislação é muito frouxa, e isso dificulta cada vez mais nosso trabalho, e com isso a violência aumenta em todo o Brasil”, finalizou.

DIÁRIO DO SERTÃO

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”

CÓDIGO COMPROVA

No 1º Xeque-Mate de 2018, tecnólogo diz que é fácil fraudar eleições com urna eletrônica e explica como

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o centravante Bruno Aurora, Carlos Kennedy e o presidente da ASCAT-CZ