header top bar

section content

Paraíba perde 850 vagas de emprego e registra pior outubro em relação a setembro nos últimos 13 anos

Na esfera das cidades paraibanas, João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras foram os municípios que apresentaram maiores índices de desligamentos.

Por Estagiário

25/11/2016 às 21h39

A intenção é que, até quinta-feira, a proposta encerre a tramitação na Câmara e possa ir ao Senado Federal.

Segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregrados (Caged), divulgado pelo Ministério do trabalho e Emprego nesta quinta-feira (24), a Paraíba teve uma baixa de 850 vagas de emprego no mês de outubro de 2016, representando um declive de 0,21% em comparação ao mês de setembro. As estatísticas são as piores no mês de outubro nos últimos 13 anos.

Teve como carro chefe da queda, com uma redução dee 1,09%, os setores de construção civil, e o de serviços, que ficou com um percentual negativo de 0,29%, resultando em uma perca de, respectivamente, 459 e 451 vagas de emprego, quando comparado ao mês de setembro. Em contradição aos setores acima citados, o comércio, com a criação de 113 vagas, foi o campeão na geração de postos formais no mês.

Na esfera das cidades paraibanas, João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras foram os municípios que apresentaram maiores índices de desligamentos. Já Bayeux, Sousa e Patos foram as cidades que apresentaram maior numero de empregos gerados no mês, sendo, respectivamente, 38, 28 e 21 vagas geradas.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview