header top bar

section content

Paraíba perde 850 vagas de emprego e registra pior outubro em relação a setembro nos últimos 13 anos

Na esfera das cidades paraibanas, João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras foram os municípios que apresentaram maiores índices de desligamentos.

Por Estagiário

25/11/2016 às 21h39

Sine abre mais de 2,5 mil vagas temporárias para fim de ano em todo o país

Segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregrados (Caged), divulgado pelo Ministério do trabalho e Emprego nesta quinta-feira (24), a Paraíba teve uma baixa de 850 vagas de emprego no mês de outubro de 2016, representando um declive de 0,21% em comparação ao mês de setembro. As estatísticas são as piores no mês de outubro nos últimos 13 anos.

Teve como carro chefe da queda, com uma redução dee 1,09%, os setores de construção civil, e o de serviços, que ficou com um percentual negativo de 0,29%, resultando em uma perca de, respectivamente, 459 e 451 vagas de emprego, quando comparado ao mês de setembro. Em contradição aos setores acima citados, o comércio, com a criação de 113 vagas, foi o campeão na geração de postos formais no mês.

Na esfera das cidades paraibanas, João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras foram os municípios que apresentaram maiores índices de desligamentos. Já Bayeux, Sousa e Patos foram as cidades que apresentaram maior numero de empregos gerados no mês, sendo, respectivamente, 38, 28 e 21 vagas geradas.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1

CASOS QUASE PERDIDOS

VÍDEO: Médico cajazeirense relata ‘milagres’ na sala de cirurgia que ‘resgataram’ pacientes da morte

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

A divindade de Cristo e do Espirito Santo é bíblica? Programa Evangélico tira dúvidas em relação ao tema

EX-POLICIAL MILITAR

VÍDEO: Antes de virar pastor, ex-policial diz que matava pessoas porque resolveu “tomar o lugar de Deus”

CRISE EMOCIONAL

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar debate sobre ansiedade e depressão em estudantes universitários