header top bar

section content

Cássio está apto a disputar governo

A tese é do atual presidente do Tribunal Regional Eleitoral

Por

19/02/2009 às 20h21

Afastado do cargo por decisão do Tribunal Superior Eleitoral, o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) está eleitoralmente apto para disputar qualquer cargo eletivo nas eleições de 2010. Inclusive para o governo do Estado. A tese é do atual presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Nilo Ramalho.

Segundo ele, que falou com exclusividade ao Portal PB Agora, a punição de Cássio se extinguiu com o afastamento dele do cargo e com os três anos de inelegibilidade que começaram a contar a partir de 2006. “A punição se consumou. Perante à Justiça Eleitoral, em se tratando deste caso, o ex-governador já não deve nada mais”, disse o desembargor“

O presidente do TRE, que já havia levantado tese semelhante, quando da cassação do tucano em novembro de 2008, disse Cássio Cunha Lima é, assim que acabar o prazo de inelebigilidade, um cidadão plenamente apto para disputar eleições. “Ele não tem mais mandato. Então, está livre para ser candidato nas próximas eleições, inclusive para o governo do Estado”, completou.

Em entrevista ao PB Agora, Nilo Ramalho afastou a tese de que uma nova disputa ao governo faria de Cássio um governador com três mandatos consecutivos. “Cássio perdeu o mandato. Não o tem mais. Quem tem mandato hoje é Maranhão. Cássio, portanto, é um livre atirador”, reforçou.

Cássio Cunha Lima foi eleito governador em 2002 e reeleito quatro anos depois. Em julho de 2007, o TRE acatou ação movida pelo PCB e cassou o segundo mandato do tucano sob acusação de abuso do poder político e econômico nas eleições de 2007. No ano passado, O TSE manteve a decisão do TRE paraibano. E na última terça, ao rejeitar os embargos de declaração, o TSE determinou o afastamento imediato do ex-governador.

Após a afirmação em enquente realizada na cidade de Cajazeiras, perguntando em que o ouvinte votaria se as eleições fossem hoje, 80% dos participantes afirmaram que votariam em Cássio para governsador. Participaram 32 pessoas durante 30 minutos, os outros nomes lembrados foram os do senador Efraim Moraes com 5%, Maranhão com 10% e Ricardo Coutinho com 5%.

Da Redação do Diário do Sertão
Com PB Agora

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares