header top bar

section content

Ministro ignora apelo do presidente do TSE e confirma: voto só em 2009

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Arnaldo Versiani, começou e terminou o dia batendo na mesma tecla: só apresentará seu voto vista nos embargos interpostos pelo governador Cássio Cunha Lima em 2009. Mais cedo, por meio de sua secretária, Versiani mandou um recado a população paraibana: “Diga ao povo da Paraíba que meu voto só […]

Por

19/12/2008 às 03h38

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Arnaldo Versiani, começou e terminou o dia batendo na mesma tecla: só apresentará seu voto vista nos embargos interpostos pelo governador Cássio Cunha Lima em 2009.

Mais cedo, por meio de sua secretária, Versiani mandou um recado a população paraibana: “Diga ao povo da Paraíba que meu voto só será dado em 2009”.

O ministro chegou a receber apelo do presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, que pediu a apresentação do voto na sessão desta sexta-feira, 19, a última antes do recesso judiciário. Versiani negou.

Na tarde desta quinta-feira,19, ele voltou a confirmar que só terá condições de proferir o voto após o recesso. Os trabalhos voltam dia 2 de fevereiro, mas não deve figurar na primeira sessão, de caráter solene.

Da redação do Diário do Sertão com portal WSCOM

Tags:
RELIGIÃO

VÍDEO: Padre da região de Patos fala sobre promessa de cura e restauração em missas: “Quem cura é Jesus”

NO ACÚSTICO DIÁRIO

VÍDEO: Músico que foi atingido por um tiro em São José de Piranhas se emociona ao relatar o fato

NESTE FIM DE SEMANA

VÍDEO: Comerciante africano traz a Cajazeiras feira popular de São Paulo que vende pela metade do preço

DIRETO AO PONTO

Nutricionista sousense fala sobre a hipertensão e ensina receita de sal de ervas