header top bar

section content

Grupo contrário ao impeachment protesta em frente à casa de Temer

Eles chamaram o vice-presidente de 'golpista.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

21/04/2016 às 13h03

Manifestantes simulam que rasgam a Constituição em protesto em frente à casa do vice-presidente Michel Temer (Foto: Tatiana Santiago/G1)

Manifestantes contrários ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) fazem protesto na manhã desta quinta-feira (21) em frente à casa do vice-presidente Michel Temer (PMDB), no Alto de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo.

Cerca de 60 pessoas, em sua maioria jovens, estenderam faixas com a frase “Temer golpista”. Para os manifestantes, a presidente Dilma não cometeu crime de responsabilidade e, portanto, não poderia sofrer o impeachment. O grupo também alega que o fato de o PMDB ter saído do governo Dilma, mas o vice ter permanecido no cargo, configura “golpe”. Cerca de 20 seguranças permaneceram em frente ao muro da casa. A PM também foi acionada.

O ato, organizado pelo Levante Popular da Juventude, faz parte da ação #escracheumgolpista: “Dia 21 de abril, dia do assassinado do líder da Inconfidência Mineira, TIRADENTES, que foi traído por um de seus aliados na luta Joaquim Silvério. Para marcar esse dia 21 deste ano, pedimos que vocês façam escrachos em todo o Brasil aos traidores atuais! Aos atuais: Joaquim Silvero. Traidores do povo! Traidores da Democracia. Aos 367 deputados que votaram a favor do golpe, a favor do impeachment”, diz página do grupo no Facebook.

A estudante de Direito Larissa Sampaio, de 27 anos ,uma das líderes do Levante Popular da Juventude, disse que o grupo vai fazer atos do dia 21 ao 27.

“Na nossa leitura do levante há um golpe em curso e o vice presidente Michel Temer é um dos principais articuladores desse golpe hoje. A gente resolveu vir no dia 21, dia do assassinato de Tiradentes, que foi traído por um dos seus principais aliados políticos pra dizer que o Temer é um golpista, mas também é traidor do governo. Ou seja, ele é vice presidente e um dos principais articuladores do governo que ele mesmo compõe”, afirmou.

“Viemos denunciar, dizer que aqui [casa do Temer] é o QG do Golpe. Mesmo sem o impeachment sendo de fato efetivado ele tem articulado planos de governo, vem propondo novos ministérios, dizendo o que vai fazer. Então ele está atuando como de fato fosse o presidente e na nossa leitura se isso não for golpe a gente precisa rever a nossa história política, a história da América Latina e de todo o mundo”, disse.

Manifestantes também gritaram “vaza carta, vaza áudio, vaza Temer do Planalto” em referência à carta de Temer para Dilma e um áudio com suposto discurso do vice-presidente no caso de assumir a presidência. Eles rasgaram papéis que representam a Constituição.

Ao final da manifestação, policiais militares colocaram grades nos dois lados da rua para isolar a casa de Temer. Moreira Franco, ex-ministro da Aviação Civil, chegou à casa por volta das 10h.

G1

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017

INTERVIEW

Educadora fala da infância difícil e sua trajetória de sucesso: ‘Faltava dinheiro, mas não alegria’