header top bar

section content

REVOLTANTE! Bebê de 1 ano que foi mordido e estuprado pelo padrasto pode ter pênis amputado, diz polícia

Segundo a Polícia Civil, o padrasto da vítima, um adolescente de 17 anos, confessou ser o autor das lesões e do estupro contra o menino

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

14/06/2016 às 12h44 • atualizado em 14/06/2016 às 12h57

Padastro e mãe da vítima foram detidos (Foto: Divulgação / Polícia Civil do Amazonas)

O menino de um ano e quatro meses que foi internado após ser mordido, agredido e estuprado pelo padrasto corre o risco de ter o pênis amputado, informou a Polícia Civil do Amazonas, nesta terça-feira. A criança está hospitalizada no Pronto-Socorro da Criança João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, desde o último domingo.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas, de acordo com o último boletim médico divulgado, o estado de saúde do bebê é estável. O laudo pericial apontou que a vítima sofreu laceração peniana, lesões corporais, edemas corporais e fissura na parte anal. O menino ainda não tem previsão de alta. Ele segue recebendo a visita de familiares, embora esteja sob cuidados do Estado.

Um novo boletim médico sobre o estado de saúde do menino deve ser divulgado ainda nesta quarta-feira.

Parentes suspeitos
Segundo a Polícia Civil, o padrasto da vítima, um adolescente de 17 anos, confessou ser o autor das lesões e do estupro contra o menino; a mãe da criança, de 22 anos, também é suspeita do crime, mas nega participação nas agressões.

A delegada que acompanha o caso, Juliana Tuma, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), informou que foram médicos da unidade de saúde que denunciaram o caso, no último domingo, por volta do meio-dia.

Criança apresenta marcas de mordida em diferentes partes do corpo (Foto: Divulgação)

Criança apresenta marcas de mordida em
diferentes partes do corpo (Foto: Divulgação)

Ao chegar no local, a criança estava acompanhada da mãe. Na ocasião, a mulher contou que não sabia o que tinha acontecido com o filho, pois estava dormindo quando o pequeno se feriu. Ela alegou que os hematomas eram em decorrência de um acidente sofrido pelo menino há alguns dias. A mulher acabou presa em flagrante.

O padrasto da vítima, posteriormente, confessou o ato contra a criança ao receber policiais em sua casa. Ele contou que estava sob efeito de drogas quando atacou o menino.

A mãe e o padrasto foram indiciados por tortura e estupro de vulnerável. A mulher também vai responder criminalmente por omissão.

O adolescente está apreendido na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). A mulher será levada à cadeia feminina.

Extra

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!