header top bar

section content

Abono do PIS/Pasep pode ser conferido na Internet

Ministério libera consulta a trabalhador que não sacou benefício do ano-base 2014

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

30/07/2016 às 13h06

O acesso à lista do abono do PIS/Pasep será feito por meio do endereço: abonosalarial.mte.gov.br (Foto: Ernesto Carriço / Agência O Dia)

Trabalhadores e servidores públicos com dúvidas se têm ou não direito ao abono do PIS/Pasep podem conferir na internet se podem sacar os R$ 880 referentes ao calendário ano-base 2014. Ontem, o Ministério do Trabalho lançou uma ferramenta para que os segurados consultem se estão na lista do benefício. O acesso será feito por meio do endereço: abonosalarial.mte.gov.br. Basta informar o número do CPF ou do PIS/Pasep, a data de nascimento e o código de segurança gerado pelo próprio sistema.

Mais de 1,2 bilhão de trabalhadores e funcionários públicos não sacaram o abono no prazo que terminou em 30 de junho. Somente no Rio, 106.553 não receberam, de um total de 2,078 milhões de segurados com direito ao abono de 2014.

Devido a esse grande número de beneficiários que deixaram vencer o prazo original, o governo prorrogou até 31 de agosto a possibilidade para que os trabalhadores pudessem retirar o dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. Depois dessa data, se não houver saques os recurso voltam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Facilidade de acesso

Segundo informou o coordenador-geral do Seguro-Desemprego, Abono Salarial e Identificação Profissional do Ministério do Trabalho, Márcio Borges, a nova ferramenta visa facilitar o acesso à informação sobre o abono salarial e também atingir um número maior de pessoas.

“A orientação é que o trabalhador faça essa consulta e caso seja identificado que ele tem direito ao abono, que procure a Caixa Econômica no caso do PIS, ou o Banco do Brasil no do Pasep, para fazer o saque”, explica.

Desde o início do calendário do ano-base 2014, foram pagos mais de R$ 18 bilhões, para 22,27 milhões de trabalhadores, o que corresponde a 94,45% do total de pessoas com direito ao recurso. O ministério espera que, com a prorrogação, pelo menos mais 300 mil trabalhadores consigam realizar o saque, totalizando um montante de R$264 milhões.

Valor equivale a um salário mínimo

O abono do PIS/Pasep, equivalente a um salário-mínimo (R$ 880), é pago a empregados que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2014.

– E que tiveram remuneração de até dois mínimos por mês nesse período.

– É preciso estar no cadastro há cinco anos ou mais no Programa PIS ou Pasep.

– Ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais.

– O saque pode ser feito em uma agência do banco ou casa lotérica, desde que apresente documento de identificação válido com foto.

– O Pasep é liberado diretamente por meio de crédito em conta no Banco do Brasil aos servidores públicos.

– Quem tiver dúvidas deve entrar em contato com a Central de Atendimento do Ministério do Trabalho pelo número 158.

O Dia

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!