header top bar

section content

Com medo, Temer quer antecipar votação do teto de gastos

O presidente está com medo que a data marcada para a votação, na semana de 13 de dezembro, perto do recesso parlamentar, coloque em risco sua aprovação

Por Estagiário

08/11/2016 às 15h22 • atualizado em 08/11/2016 às 16h00

© Paulo Whitaker/Reuters

O Palácio do Planalto demonstra preocupação com suas duas principais frentes de batalha: o teto de gastos e a reforma da Previdência. Michel Temer está com medo que a data marcada para a votação, na semana de 13 de dezembro, perto do recesso parlamentar, coloque em risco sua aprovação.

Segundo a coluna Painel da Folha de S. Paulo, Temer deve pedir ao presidente do Senado, Renan Calheiros, para antecipar a sessão. Nos debates internos, já se fala em “reforma possível”, sinal de recuo na ambição por mudanças profundas.

No caso da Reforma da Previdência, há duas razões para o “choque de realidade”: a delação bomba que promete fazer a Odebrecht e a confusão que se instalará em 2017 após divulgação dos nomes e esquemas de corrupção. Está previso que Temer vá perdendo poder cada vez mais, cada vez que se aproxima o fim do seu mandato.

Notícias ao Minuto

"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”