header top bar

section content

Sem UTI, jovem com tumor no cérebro espera por cirurgia que pode salvá-lo em hospital do SUS

Segundo Defensoria, Estado precisa de 127 leitos a mais, só para adultos.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

02/04/2017 às 08h45 • atualizado em 02/04/2017 às 09h27

Sem vaga em UTI, jovem com tumor espera por cirurgia que pode salvá-lo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Sem vaga em uma UTI, o adolescente Ryan, de 16 anos, espera pela cirugia que pode salvar a vida dele. Ele é de Araguacema, região oeste do Tocantins, e foi internado no fim de fevereiro no Hospital Geral de Palmas com um tumor no cérebro. Quase não consegue caminhar e está perdendo a visão.

Os médicos dizem que só o procedimento pode salvar a vida dele. Mas, segundo a mãe, eles não operam porque não tem vaga na UTI. “Ele tenta ser forte, mas já chorou duas vezes, pedindo que resolvam a situação e não tem como. Os médicos falam que é só esperar e esperar”, diz a dona de casa Rosivânia Silva.

Outro caso é de uma aposentada que operou o intestino há 40 dias e teve complicações. Os médicos tentaram transferi-la para uma UTI. Depois de 17 dias de espera, a idosa de 78 anos não resistiu. “Se ela tivesse ido para UTI, a chance dela era maior. Eu vi minha mãe se acabando aos poucos, eu não podia fazer nada”, desabafa a filha, a corretora de imóveis Anivan Cardoso.

A rede pública do Tocantins tem atualmente109 leitos de UTI, 41 deles para adultos. De acordo com promotores e a Defensoria Pública apenas para os pacientes adultos, o Estado precisa de mais 127 leitos.

O levantamento também mostra que o Governo do Tocantins paga R$ 2,8 mil pela diária de UTIs particulares contratadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a apuração, esse valor é mais de duas vezes e meia o preço de mercado, de R$ 1.070 mil.

A Defensoria e o Ministério Público entraram na Justiça contra o Estado e a União. Querem, além da revisão dos custos, leitos pra todos os casos de vida ou morte . “Não é tolerável que as pessoas continuem esperando em fila, vindo a óbito, e o estado não traga uma solução razoável para que possa acolher todos os pacientes que necessitarem de UTI”, diz o defensor público Arthur Pádua.

Resposta

O Ministério da Saúde informou que, no ano passado, aumentou em R$ 39 milhões os recursos para média e alta complexidade para o Tocantins. Informou ainda que só nos primeiros meses de 2017 foram transferidos para o estado R$ 101 milhões para saúde.

Já o Governo do Estado informou que deve ampliar a oferta em mais de 60 novos leitos de UTI ainda em 2017 e ressaltou que têm dificuldade para encontrar profissionais que atuem em UTIs por isso, mantém aberto o chamamento para contratação desses profissionais.

G1

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017