header top bar

section content

Raimundo Lira diz que não é momento de se aumentar a carga tributária paga pelos brasileiros

O senador finalizou fazendo um apelo ao não aumento da carga tributária.

Por

22/09/2015 às 17h18

Raimundo Lira lembrou que os impostos no Brasil representam 36% do PIB

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) protestou, durante pronunciamento na tribuna do Senado Federal, na noite ontem (21), contra a elevada carga tributária paga pelos brasileiros. Ele lembrou que nenhum país, subdesenvolvido ou emergente, chega ao nível de país desenvolvido com a carga tributária muito alta.
 
Raimundo Lira lembrou que os impostos no Brasil representam 36% do Produto Interno Bruto, enquanto no mais importante país do mundo, os Estados Unidos, equivalem a 25%; e na Índia, “um país complicado, com uma população acima de um bilhão de pessoas”, lembra o senador, a carga tributária é de apenas 19%.
 
Após lembrar que, em janeiro de 2016, a Índia assumirá o posto de sétima maior economia do mundo, desbancando o Brasil, Raimundo Lira lembrou que a Índia também passou por uma grave crise, mas seus governantes decidiram não aumentar os impostos, o oposto do que está ocorrendo no Brasil.
 
“Existem algumas leis econômicas que são implacáveis. Uma delas diz que nenhum país subdesenvolvido, nenhum país emergente, nenhum país em desenvolvimento consegue chegar ao nível de país desenvolvido com uma carga tributária muito alta. Após estabilizar-se como país desenvolvido ele pode até aumentar a sua carga tributária, como já foi dito aqui, o caso do Canadá, o caso da Inglaterra”, lembrou o Senador, para defender que não haja aumento da carga tributária no Brasil, neste momento.
 
IPVA – Raimundo Lira citou como exemplo de alguns altos impostos que já são pagos pelo brasileiro o IPVA – Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores, que é pago pelos proprietários de veículos quando do licenciamento. Lira lembrou que o IPVA no Brasil tem um valor extremamente alto em relação aos Estados Unidos, que ele tomou como exemplo de comparação.
 
“O IPVA que o cidadão, o contribuinte, paga para matricular o seu veículo, ele pagaria nos EUA o IPVA de quarenta a cem veículos”, comparou Lira.
 
O senador finalizou fazendo um apelo ao não aumento da carga tributária. “Que os nossos governantes, os nossos gestores esqueçam essa ideia de sobrecarregar com impostos e com taxas o povo brasileiro, tão trabalhador, tão bom, tão maravilhoso e que ama tanto esse país”, finalizou Raimundo Lira.
 
Também durante o discurso o senador Raimundo Lira aproveitou para parabenizar o Ministro do Tribunal de Contas da União – TCU, Vital do Rêgo, que aniversariou nesta segunda-feira. Veja o pronunciamento completo do senador Raimundo Lira 

Assessoria

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula