header top bar

section content

Corpo de jovem é encontrado em canavial; padastro confessa que matou por ciúme

Em depoimento à polícia, familiares de Maria Alice afirmaram que Gildo Xavier tinha muito ciúme da enteada

Por

25/06/2015 às 08h35

Jovem Maria Alice Seabra tinha 19 anos (Foto: Facebook)

O corpo da jovem Maria Alice Seabra, de 19 anos, foi encontrado em um canavial em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife, na tarde desta quarta-feira (24). A Polícia Civil localizou o cadáver após o padrasto da jovem, o pedreiro Gildo Xavier, apontar à delegada Gleide Ângelo onde teria deixado a enteada. Gildo assumiu que sequestrou a jovem e se entregou à polícia na noite de terça (23), em um posto de gasolina de Goiana.

A delegada relatou que o corpo estava em decomposição e não dava para saber se a jovem havia sido esganada. Gleide Ângelo acrescentou que não estava autorizada a passar mais informações sobre o crime. "Monstro, um monstro", limitou-se a dizer quando foi questionada por jornalistas qual era a sua impressão sobre o caso. A causa da morte, segundo ela, só será revelada após o cadáver passar por exames no Instituto de Medicina Legal (IML).

 

As buscas pelo corpo de Maria Alice Seabra recomeçaram durante a manhã desta quarta. Na terça, após um dia inteiro de procura na zona rural de Goiana, a jovem não foi localizada, mesmo após a delegada Gleide Ângelo trocar mensagens de celular com Gildo Xavier. Na ocasião, ele afirmou que teria abandonado a enteada em um matagal, mas que não sabia se ela tinha sido encontrada com vida ou não.

Após o corpo da jovem ter sido encontrado, Valdeir Arruda, tio da menina, esteve no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ele contou que ficou sabendo da localização do cadáver pelo Facebook e que a mãe de Maria Alice estava "daquele jeito". A ele, a Polícia Civil informou que o corpo será levado ao Instituto de Medicina Legal (IML), na área central da capital, onde deve passar por exames, incluindo o sexológico. A família tem a intenção de fazer o sepultamento da jovem o mais rápido possível.

Entenda o caso
Gilde Xavier, padrasto de Maria Alice Seabra, é suspeito de ter sequestrado a enteada, no Recife. Na última sexta-feira (19), ele saiu de casa com a jovem dizendo que ia levá-la para uma entrevista de emprego, em Gravatá, no Agreste do estado.

Durante as investigações, na segunda (22), através de mensagens de WhatsApp, ele informou à polícia que abandonou Alice em um canavial Goiana. De acordo com a delegada Gleide Ângelo, o suspeito afirmou que não sabia se Alice estaria viva, porque ela poderia ter sido encontrada e socorrida.

Ainda na noite de segunda, o suspeito postou uma mensagem no Facebook dizendo que não queria ter feito aquilo com a filha, mas o ódio teria falado mais alto. Na postagem, ele ainda pede perdão à jovem e à esposa.

Em depoimento à polícia, familiares de Maria Alice afirmaram que Gildo Xavier tinha muito ciúme da enteada e que estava chateado porque a jovem tinha começada a namorar.

Veja o vídeo!

G1 
Fotos: JC Online

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan