header top bar

section content

Audiência entre concursados e Léo será na quarta

Após a não realização da audiência entre a comissão escolhida na Câmara Municipal, composta por 5 vereadores e 5 concursados, agendada para a última quinta-feira(26), não tendo acontecido em virtude de falta de comunicação entre o líder do governo o vereador Chagas Amaro e os membros da comissão. A prefeitura remarca para próxima quarta-feira(01)- Dia […]

Por

27/03/2009 às 21h12

Após a não realização da audiência entre a comissão escolhida na Câmara Municipal, composta por 5 vereadores e 5 concursados, agendada para a última quinta-feira(26), não tendo acontecido em virtude de falta de comunicação entre o líder do governo o vereador Chagas Amaro e os membros da comissão. A prefeitura remarca para próxima quarta-feira(01)- Dia da Mentira, mais tudo será verdade, a audiência.

A comissão é formada pelos vereadores, Chico de Bianô, autor da propositura da realização da sessão especial, Nilson Lopes, Chagas Amaro, líder do governo na Câmara, Lê Silva e Severino Dantas, além dos representantes dos concursados.

A comissão pretende discutir com o prefeito Léo Abreu, uma solução viável para os concursados, pois como se sabe na próxima terça-feira(31), encerram-se o prazo dos contratados emergenciais, tendo em vista que foram convocados para suprir uma carência deixada pelo afastamento dos concursados.

Espera-se neste encontro, que o prefeito Léo Abreu, que pretende encaminha para a Câmara Municipal o Projeto de Lei, solicitando do Legislativo a autorização para que a prefeitura possa publicar edital pra realização de um Processo Seletivo, deixando de lado o resultado do concurso.

Para a vereadora Lea Silva(DEM), a decisão mais coerente por parte do chefe do executivo cajazeirense, seria a convocação imediata dos concursados, mesmo com o andamento da Ação Popular interposta pelo vereador Severino Dantas, pois segundo a vereadora, convocar um Processo Seletivo neste momento, só complicaria mais ainda o problema, tendo em vista que ao serem aprovados, os seletistas terão os mesmo diretos adquiridos dos concursados e a prefeitura não terá como arcar com a folha de pessoal envolvendo concursados e seletistas.

Já para o concursado Fabrício Oliveira “ está será a oportunidade do prefeito rever o erro cometido, pois segundo ele, até o momento nada que viesse a tirar a transparência e a lisura do concurso foi apresentado. Fabrício disse estranhar o porque da não divulgação do relatório final da sindicância, que apurou possíveis irregularidades no certame. O Agente de Saúde ainda disse acreditar na justiça, pois como até agora não se encontrou nada de errado na realização das provas, o mais justo seria a convocação de todos os concursados, mesmo que inicialmente aqueles que estivessem dentro do limite de vagas, e consequentemente diante das necessidade, convocassem os demais classificados.frisou.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!