header top bar

section content

Vereadores devolvem Bolsa Familia

Um exemplo que muitos deveriam seguir.

Por

29/01/2009 às 13h19

Um exemplo que muitos deveriam seguir. Os vereadores Cajazeirenses Humberto Pessoa(PP) e Deuzinho(PT), mostraram honestidade e companheirismo, ao devolverem o cartão do programa Bolsa Família.

Os dois parlamentares recém eleitos procuraram a gerencia do programa Bolsa Família em Cajazeiras e devolveram o cartão, segundo informações do Secretário de Cidadania a Promoção Social, Jucinério Feliz.

Os vereadores, que até serem eleitos dividiam a mesma realidade do desemprego, tomaram a iniciativa de devolver a vaga para outras famílias carentes, que ainda não estão inclusas.

O exemplo dos vereadores cajazeirense deveria ser seguido por muitos beneficiados que não se enquadram dentro dos limites exigidos, mais o que assistimos estarrecido em todo país são os dramático espetáculo de corrupção.

Deusinho que é moto-taxista não tinha renda fixa, e a pouco mais de seis meses conseguiu a inclusão da sua família no programa Bolsa família.

Os dois vereadores dizem com o sorriso no rosto, que hoje não precisam mais da ajuda do governo federal e que a intenção deles é beneficiar outras famílias, que não tem se quer o que comer.

Devolver os benefícios, simplificados por eles, com toda a propriedade que a vida lhes concedeu, era mais que uma obrigação. Era questão de consciência e de amor ao próximo.

Desde o inicio do mês, ao apelo da Secretaria Municipal de Cidadania e Promoção Social , está sendo finalizado a atualização cadastral para os benefícios de transferência de renda. Muitas delas, apesar de terem uma renda per capita inferior a R$ 137 , novo teto determinado pelo governo federal, não estão recebendo o beneficio. Mais por outro lado pessoas, estariam enquadradas no programa com renda familiar superior a R$ 548 por domicílio com quatro pessoas, por exemplo, proporciona uma renda per capta inferior a R$ 137, o máximo admitido pelo Bolsa Família para receber o benefício.

“Quando fiz o Bolsa Família não tinha nada, mas este ano consegui sou vereador. Hoje me considero um homem feliz e agradecido” frisou o vereador Humberto Pessoa.

A dificuldade de se conseguir emprego em Cajazeiras, é grande, não tem indústrias e o êxodo na agricultura é tamanho que a população urbana é três vezes maior que a rural.

“Se a gente que foi escolhido pelo povo não tiver consciência, quem vai ter? acho que estou ajudando a outros devolvendo um benefício que graças a Deus existe, mas que, no momento, não preciso mais”, disse Deuzinho, vereador do PT cajazeirense.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares